Comportamento de busca: mais palavras-chaves é a tendência

por | mar 23, 2011 | Marketing de Conteúdo | 0 Comentários

Na medida em que as pessoas começam a entender o funcionamento de determinados serviços, mais exigentes quanto aos resultados e aos benefícios elas se tornam. Pense nos sites de compra coletiva como um exemplo. Quando o primeiro surgiu, qualquer oferta que fosse anunciada venderia muito, pois havia apenas aquela opção. Mas hoje, com aproximadamente 1000 sites do gênero, os anunciantes precisam suar a camisa para oferecer ofertas cada vez mais irresistíveis.

Ao entender o benefício dos serviços, as pessoas começam a raciocinar melhor na hora de usá-lo. O mesmo acontece no mundo dos buscadores. O livro Arte do SEO apresenta em seu primeiro capítulo uma das tendências observadas no comportamento de busca das pessoas. Uma pesquisa da Experian, feita entre fevereiro de 2008 e fevereiro de 2009, realizada com 10 milhões de usuários de Internet nos EUA, apresenta como as pessoas vêm utilizando um maior número de termos na hora de fazer uma pesquisa em buscadores.

Segundo o estudo, o número de pesquisas com apenas um termo teve queda de 3%, com duas -5% e três -1%. No entanto, o número de buscas com oito ou mais termos teve aumento de 20% no mesmo período. O mesmo resultado é visto nas buscas a partir de quatro palavras

Aqui no Brasil

Comportamento de busca: mais palavras-chaves é a tendência

Fonte – Arte do SEO

Outra pesquisa foi elaborada aqui no Brasil, também pela Experian, entre dezembro e fevereiro de 2011. Segundo os dados, o número de buscas com três palavras foi o que apresentou maior percentual. Entretanto, a utilização de um ou dois termos continuam em alta. Apesar de apresentar as buscas “mais simples” como mais populares, a tendência observada é a de que inserir mais termos em pesquisas parece ser a adoção de um novo padrão de comportamento na hora de pesquisar.

Comportamento de busca: mais palavras-chaves é a tendência

Fonte – Impresa Experian

O que isso significa

“O mercado de buscadores vem “treinando” os usuários a fazerem buscas cada vez mais refinadas e as lojas virtuais, com exceção dos grandes players, não estão acompanhando essa tendência e quando o usuário faz uma busca um pouco mais complexa na loja, ela acaba não retornando os resultados mesmo que tenha os produtos”, acrescenta André Franken, Diretor Geral da eBehavior.

Entender o padrão de comportamento dos consumidores é essencial para antecipar estratégias e atende-los da melhor forma. Na hora de investir em SEO ou Adwords, focar em seu nicho e se valer da cauda longa das palavras-chaves, pode ser a sua chave para sempre aparecer nas pesquisas de quem procura exatamente pelo seu produto.

Para saber um pouco mais sobre o tema, acesse o post “Google Adwords: menos pode ser mais

Ps. Publicado primeiramente por mim no blog da eBehavior.

Continua depois da publicidade

Entidades: Google

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Web Stories

Criptomoedas para 2022
Criptomoedas para 2022
Quais são as apostas do mercado?
Bolos Vulcão
Bolos Vulcão
As 7 melhores receitas do YouTube
Corretora de criptomoedas
Corretora de criptomoedas
as 10 melhores para investir
Descobrir senha de WiFi
Descobrir senha de WiFi
Confira os 10 melhores
Legendas para fotos Tumblr
Legendas para fotos Tumblr
As 175 mais incríveis para usar em seu perfil

Pin It on Pinterest

Criptomoedas para 2022 Bolos Vulcão Corretora de criptomoedas Descobrir senha de WiFi Legendas para fotos Tumblr