Como criar conta no gov.br? Saiba tudo aqui

por | Última Atualização Feb 23, 2023 | Notícias

Confira este passo a passo que ensina como criar conta no gov.br, suas vantagens, como funciona e muito mais!


Aprender como criar conta no gov.br é vital para que você tenha acesso descomplicado e centralizado a uma variedade de recursos e ferramentas oferecidos pelo Governo Federal. Por lá, você acessa serviços do SUS, inscrição no ENEM, consulta de dados referentes a Carteira de Trabalho Digital e a CNH. 

Em paralelo, o sistema permite simular a aposentadoria do INSS e verificar se não há dinheiro esquecido em algum banco ou instituição financeira. Mas para aproveitar tais vantagens, é preciso se cadastrar e fazer uma conta no site.  

E, atenção: mesmo que você não precise de nenhuma funcionalidade oferecida agora, é indicado já criar um login e senha, pois isso facilita o pedido de serviços emergenciais lá na frente. Com isso em mente, desenvolvemos este passo a passo para que você aprenda como criar conta no gov.br, de maneira prática e didática.

Ficou curioso? Continue conosco e tire todas suas dúvidas. 

Saiba Mais: Rastrear encomendas: os 14 melhores apps e sites

O que é a conta gov.br?

A conta gov.br é uma identificação digital que facilita o acesso a vários serviços públicos de nível federal, estadual e municipal. Qualquer cidadão brasileiro pode usá-la de forma gratuita. Para tal, basta ter o CPF ativo. 

Com a conta criada, você pode acessar serviços de educação e saúde, consultar sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação), verificar questões previdenciárias e assinar documentos pela internet. Além disso, ela é usada para vários tipos de cadastramentos e consultas, tais como: análises da declaração do Imposto de Renda e inscrição no ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio).

Em suma, a conta gov.br é uma forma de comprovar a sua identidade e garantir a proteção dos seus dados. Afinal, sem ela, uma pessoa desconhecida pode ter acesso facilmente aos seus dados ou fazer ações sem o seu consentimento,  apenas com algumas informações. 

como criar conta no gov.br

Como criar uma conta no Gov.br?

Para criar a conta gov.br é bem simples. Basta acessar o site do Governo Federal ou baixar o aplicativo gov.br, que está disponível para Android e iOS. 

Para se registrar, siga o passo a passo:

  • Passo 1: Clique em “Entrar com gov.br”. Caso esteja acessando pelo site, toque em “Criar conta gov.pr” para se registrar;
  • Passo 2: Informe o seu CPF e, em seguida, selecione “Cadastrar”;
  • Passo 3: Preencha os campos indicados com as suas informações pessoais;
  • Passo 4: Inclua o código de verificação que será enviado via SMS ou e-mail. 

Quer visualizar o processo sobre como criar conta no gov.br com mais clareza? Então, dê o play no vídeo abaixo e confira mais detalhes: 

Saiba Mais: Cartão cidadão online: como fazer e acessar o seu pela internet

Onde posso usar minha conta gov.br?

Uma vez que você já sabe como criar conta no gov.br, é hora de descobrir onde usar tal ferramenta. 

De maneira geral, ela é útil para diversas finalidades, tais como:

  • Acessar serviços do SUS;
  • Consultar sua CNH ou Carteira de Trabalho Digital;
  • Inscrever-se no ENEM;
  • Simular aposentadoria no Meu INSS.

Mas, você deve estar se perguntando: “onde o acesso da conta é solicitado?” Basicamente, sempre que você acessa um portal e encontra as opções “acessar com gov.br” ou “entrar com gov.br”, você precisa da sua conta gov.br para comprovar a sua identificação.

De maneira geral, são estes casos que tal cadastro é necessário: 

  • Apresentar pessoalmente os seus documentos digitais, como CPF e CNH digital, quando você for solicitado;
  • Acessar a sua declaração pré-preenchida de imposto de renda (IRPF) através do e-CAC;
  • Inscrever-se no ENEM, SISU, FIES, PROUNI dentre outros serviços de Educação e Pesquisa;
  • Acessar o portal do eSocial para emitir a guia de previdência social do empregado (GPS);
  • Emitir e consultar sua Carteira de Trabalho Digital (CTPS);
  • Realizar sua Prova de Vida digital utilizando o reconhecimento facial no aplicativo gov.br;
  • Acessar o aplicativo da Carteira Digital de Trânsito para consultar o licenciamento dos seus veículos, suas infrações e ter em mãos a CNH digital;
  • Consultar e apresentar o Certificado de Habilitação Técnica (CHT), da ANAC;
  • Acessar serviços do SUS através do ConecteSUS (vacinas, exames, medicamentos e histórico de saúde);
  • Assinar documentos digitais com a assinatura eletrônica avançada gov.br;
  • Consultar documentos militares como o certificado de dispensa de incorporação, de reservista, de alistamento militar;
  • Acessar o portal do Meu INSS para agendar perícia, solicitar extrato de contribuição CNIS, pagamento de benefícios, simular aposentadoria;
  • Assinar livros empresariais e documentos digitais no registro de atos para enviar às juntas comerciais de diversos estados;
  • Fazer denúncias e críticas no fala.br.

Saiba Mais: Meu INSS login: como acessar sem erros

Serviços estaduais e municipais

Muitos portais de serviços estaduais e municipais estão integrados ao gov.br. Neles, você acessar diversos serviços digitais do seu estado ou município utilizando a conta gov.br. Entre as principais possibilidades, pode-se destacar: 

  • Portal de Serviços do Rio Grande do Sul;
  • Portal de Serviços da Prefeitura de Belo Horizonte;
  • Portal de Serviços de Santa Catarina;
  • Portal de Serviços do Distrito Federal;
  • Portal de Serviços de Minas Gerais;
  • Portal de Serviços de Goiás.

O que são os níveis da conta gov.br?

A conta gov.br possui três níveis: ouro, prata e bronze. Eles representam a maneira como a conta foi criada ou validade e possuem algumas diferenças. São eles: 

  • Grau de segurança no processo de validação dos dados do usuário ao criar a conta gov.br, ou seja, quais dados estão sendo validados e em quais bases de dados;
  • Os tipos de serviços públicos digitais que podem ser acessados e as transações digitais que são feitas com a conta gov.br.

Em síntese, os níveis da sua conta são divididos da seguinte forma:

Bronze

É o nível mais simples. É atribuído aos usuários que acessam somente informações e serviços básicos. São eles: 

  • Cadastro via formulário online para validação de dados na Receita Federal;
  • Cadastro via formulário online para validação de dados no INSS;
  • Cadastro via atendimento presencial em alguma agência do INSS;
  • Validação de dados via atendimento físico em um posto da Senatran.

Aqui, é liberado os seguintes recursos:  

  • Ter uma conta única para acessar informações e serviços governamentais de forma digital; 
  • Fazer o login em qualquer serviço com biometria ao invés da senha;
  • Gerenciar autorizações de uso dos dados;
  • Fazer prova de vida com reconhecimento facial.

Prata

Os usuários deste nível têm acesso a outros serviços públicos digitais. Porém, é preciso que eles façam mais ações para obter tais benefícios. São elas: 

  • Fazer reconhecimento facial pelo aplicativo do gov.br;
  • Validação de dados bancários via internet banking de um banco que você possui conta e esteja credenciado no país;
  • Validação com dados e senha do SIGEPE caso você atue como servidor público.

Além dos recursos disponíveis na conta bronze, a conta prata também oferece:

  • Acesso a serviços públicos que exigem maior grau de segurança;
  • Visualização e compartilhamento de dados e documentos digitais;
  • Serviços de assinatura eletrônica no site assinador.iti.br;
  • Habilitação de autenticação em duas etapas para aumentar ainda mais a segurança da sua conta.

Ouro

A conta ouro proporciona os mesmos serviços da conta prata, porém, com um maior grau de segurança. Para atingir o nível ouro, você deve:

  • Fazer reconhecimento fácil pelo app do gov.br para conferência de dados da sua foto nas bases da Justiça Eleitoral (TSE);
  • Validação de dados com Certificado Digital compatível com o ICP-Brasil.

Podemos concluir, portanto, que aprender como criar conta no gov.br é essencial para nossas tarefas diárias, uma vez que ele descomplica várias demandas do dia a dia. 

Como aumentar o nível da sua conta gov.br por meio do Internet Banking? 

O usuário deve fazer o login por meio do Portal Gov.br, usando o CPF e senha. Depois, basta seguir estes passos: 

  • Clique no ícone de perfil, que se encontra na parte superior direita, na tela inicial;
  • Toque na opção “Segurança da conta”;
  • Selecione “Aumentar nível da conta”;
  • Clique na opção de aumento de nível e escolha “Bancos credenciados”.

Em seguida, o sistema exibe todos os bancos credenciados, ou seja, aqueles que permitem o acesso para aumentar o nível de segurança da conta gov.br. 

Os bancos disponíveis são: 

  • Banco do Brasil;
  • Itaú;
  • Banco de Brasília;
  • Sicredi;
  • Banestes;
  • Banese;
  • Sicoob;
  • Santander;
  • Agibank;
  • Banrisul;
  • Caixa Econômica Federal;
  • Bradesco.

A partir daí, você deve selecionar a instituição financeira em que possui conta corrente ou poupança e efetuar o login no internet banking. Assim, a plataforma reconhece que o usuário em questão é o titular dos dados.

Para finalizar, será preciso fazer a validação do login via SMS ou no próprio Internet Banking, permitindo assim, o acesso do gov.br aos dados. Pronto, o seu nível será alterado. 

Saiba Mais: Nota do Milhão: como funciona e como participar?

Já sei como criar conta no gov.br, e agora? 

O próximo passo é com você! Execute o passo a passo que ensinamos sobre como criar conta no gov.br e aproveite todos os serviços oferecidos pelo sistema, entre eles:

  • Acessar sites e serviços do governo;
  • Apresentar seus documentos pessoais digitalmente;
  • Assinar documentos eletronicamente;
  • E muito mais. 

Saiba Mais: Compesa 2 via: como emitir via CPF e muito mais

MAIS LIDOS

Ceia de Natal perfeita: 17 dicas comprovadas Melhores Filmes Netflix para maratonar O que olhar no carro antes de viajar? Receitas de drinks fáceis para fazer 19/11: Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino Filmes de natal: 09 lançamentos para assistir em família Ovos Perfeitos: Dicas de Especialista para a Escolha Certa no Supermercado Como o Follow Up vai te ajudar a vender mais?