Nicho de mercado: 4 vantagens para você escolher o seu já

por | set 29, 2020 | Empreendedorismo | 0 Comentários

Quem é empreendedor já teve que escolher um nicho de mercado em algum momento. Porém, muitas vezes essa escolha não é consciente para alguns empreendedores.

Quando um novo negócio é iniciado, a escolha do nicho de mercado é necessária para a elaboração de todo o planejamento de marketing da empresa.

Além disso, com um nicho de mercado bem definido, você pode alocar recursos com muito mais eficiência.

Dessa forma, se você está pensando em abrir o seu negócio, leia com atenção as dicas desse post. Vamos responder essas três questões:

  • O que é nicho de mercado?
  • Quais são os tipos de nicho de mercado?
  • O que é nicho de mercado? Conceito

Nicho de mercado é uma parte, fatia ou parcela do mercado em que seu negócio e seus produtos podem atuar. Mais especificamente é a segmentação de um grupo menor de clientes, dentro de um grupo maior, porém, com interesses e necessidades mais específicas.

Normalmente, quanto mais específico for um nicho de mercado, menos concorrência você vai encontrar. Por outro lado, o número de consumidores também tende a cair.

Quando você estuda e analisa as fatias de mercado disponíveis, poderá concentrar seus esforços naquela em que tem maior probabilidade de sucesso. Seja pelo número baixo de concorrentes, seja pelo conhecimento técnico do seu negócio, o importante é conhecer as dores desse público.

É nesse sentido que o marketing digital trabalha. Suas estratégias visam alcançar o maior público possível, dentro de uma segmentação. Nada melhor do que contar com a ajuda da internet para isso não é mesmo?

Definir seu nicho de atuação trará para o seu negócio algumas vantagens. Vamos falar sobre isso mais adiante.

Diferença entre segmento de mercado x nicho de mercado

Muitas pessoas ainda confundem essas definições. Isso porque, elas estão relacionadas. Vamos dar um exemplo bem prático. Dentro do segmento do vestuário, você poderá trabalhar com nichos específicos:

  • Adulto x Infantil
  • Masculino x Infantil
  • Moda teen x moda sênior
  • Moda gestante
  • Moda Vegana
  • Moda antialérgica

Logo, o segmento é a parcela maior do mercado, enquanto o nicho é uma fatia do segmento. Simples assim.

Vantagens da definição do seu nicho de mercado

1. Menor Concorrência:

Já falamos que quanto mais específico um nicho de mercado, menor será a concorrência. Vamos apresentar um exemplo prático.

Imagine uma batedeira, aquele eletrodoméstico que a maioria das pessoas têm em suas casas para o preparo de bolos. Você saberia dizer quantas marcas fabricam uma batedeira que você conhece? Aposto que conseguiu pensar facilmente em, pelo menos, 3 marcas, não é mesmo?

Agora, se pensarmos em um confeiteiro, que necessita de uma batedeira planetária própria para massas pesadas. Será que as marcas que você pensou anteriormente atenderiam a necessidade desse cliente?

Provavelmente, não! Logo, ele buscaria outras marcas e estaria disposto a pagar até 3 vezes mais no valor do produto. Isso porque ele necessita desse produto e reconhece o seu valor.

Por outro lado, as marcas anteriores, aquelas que vendem as batedeiras simples, conseguem atender a grande massa da população. Inclusive até as pessoas que não acham necessário uma batedeira para fazer bolo, ofertando em troca, um liquidificador, por exemplo.

No caso da batedeira simples, seus concorrentes são numéricos e até mesmo marcas que não produzem batedeiras, poderiam disputar o mesmo cliente.

2. Público mais engajado:

Quando você concentra os esforços do seu negócio em um nicho específico, esses clientes não dependerão de muita motivação externa para acompanhar o seu trabalho.

Logo, toda a sua produção em conteúdo, seja ele em anúncios, publicações em redes sociais ou blog, encontrará uma audiência interessada. Afinal, sua empresa estará mostrando que conhece e entende as necessidades desses clientes, como nunca outra empresa entendeu.

Então, essas pessoas irão acompanhar, curtir, interagir e compartilhar esse conteúdo, gerando envolvimento. O engajamento nas redes sociais produz prova social. Quanto mais envolvimento, mais mostrará que você é uma autoridade em seu mercado.

3. Clientes mais fidelizados:

Não só devido a baixa concorrência, mas justamente por você trabalhar com um público mais enxuto. Com uma audiência menor, você consegue personalizar seu atendimento e dar mais atenção.

Isso torna seu público mais qualificado para atender a sua oferta, já que você atende as suas exigências. Sendo assim, fica mais fácil realizar vendas com mais frequência para o mesmo cliente.

Um exemplo disso é o caso da máquina de café da Nespresso. A marca optou por não ofertar suas cápsulas em supermercados e presta um atendimento personalizado aos apaixonados pela bebida. Além do café, a empresa oferta xícaras especiais e demais acessórios para manter seus clientes no seu ciclo de vendas.

4. Fortalecimento da marca:

Já falamos anteriormente do engajamento do público, da prova social e da autoridade que isso gera. Quando você atende uma dor tão específica, certamente sua marca será lembrada por isso.

Você deve lembrar do exemplo da batedeira planetária para massas pesadas, não é mesmo?

Então, a chances de o nome da marca de uma empresa fabricante ser citada em grupos de confeiteiros é enorme. A marca acaba se tornando uma referência para aquele nicho e consequentemente começará a ser indicada por quem entende do assunto. O famoso marketing boca a boca.

Quais os tipos de nicho de mercado?

Agora sabendo das vantagens, como encontrar seu nicho de mercado? Por onde começar?

Para iniciar, você tem que desdobrar, segmentar o seu público, agrupando-os em grupos menores. Se alguma vez você produziu um anúncio para redes sociais, com certeza você já teve o primeiro contato com segmentação de públicos.

Os nichos de mercado normalmente são separados por 4 grandes categorias. Sendo elas:

1. Segmentação Geográfica

Como o próprio nome diz, leva em consideração a localização de onde o empreendimento estará inserido. País, estado, cidade ou bairro.

Na segmentação geográfica, é importante pesquisar sobre os fatores culturais desse público e suas necessidades específicas. Outro ponto é estudar os concorrentes já instalados na mesma região geográfica.

Um bom exemplo disso são as empresas exportadoras de carne, que dependendo da necessidade de cada país, precisam adaptar as suas embalagens.   

2. Segmentação Demográfica

Essa é a parte da segmentação que trabalha com a diversidade das pessoas. Ou seja, irá estudar dados como: idade, gênero, grau de instrução, renda, ocupação, tamanho da família, raça etc. É basicamente o IBGE da segmentação.

Esses dados são muito importantes, pois são eles os responsáveis por influenciar nossos hábitos de consumo. O mercado de automóveis é perfeito para visualizarmos isso.

Uma família grande, precisa de um carro maior. Uma pessoa financeiramente próspera, poderá importar um carro milionário. E assim cada fatia apresenta uma necessidade específica.

3. Segmentação Comportamental

A segmentação comportamental, busca estudar o padrão de comportamento humano para o consumo e para a tomada de decisão.

Isso para que o marketing possa desenvolver uma abordagem mais certeira a seus clientes. Por isso, estudam que tipo de benefícios o consumidor está em busca ao realizar uma compra e qual a frequência do consumo, por exemplo.

Alguns consumidores preferem sabonetes líquidos, enquanto outros em barra. Esse exemplo deixa claro como a segmentação comportamental funciona.

4. Segmentação Psicográfica

Aqui, fatores da personalidade dos consumidores serão considerados, tais como, valores, estilo de vida, interesses, opiniões, classe social etc. Isso porque fatores psicológicos mudam totalmente as escolhas de um cliente.

Exemplo, um consumidor tímido e introvertido, poderá optar por roupas menos chamativas. Já um consumidor aventureiro, dará preferência às peças confortáveis.

As pessoas procuram identificação com as marcas que consomem. Isso é uma forma de se expressarem através dos produtos que utilizam.

Alguns exemplos de negócios por segmentação psicográfica: restaurante vegano, lojas de roupas para fãs de anime.

Saiba Mais: 150 nichos quentes: como identificar segmentos de mercado poderosos e lucrar com eles 

Nicho de mercado: checklist

Se você ainda não estudou seu nicho de mercado, você precisa:

  • Definir em qual mercado deseja atuar (ou qual segmento você já está atuando);
  • Identificar as necessidades da sua persona (público alvo);
  • Observar se há mercado, ou seja, se existe demanda;
  • Fazer a análise dos concorrentes existentes;
  • Levantar o máximo de informações que conseguir;
  • Contar com a ajuda das redes sociais.

Para isso: crie enquetes, faça lives, pergunte e converse com seu público.

Você pode não estar atendendo bem o seu cliente se ainda não o conhece. Além do mais, ao explorar o seu nicho de mercado, você poderá descobrir a oportunidade de criar novos produtos ou novos negócios.

Tem sempre uma coisinha para aprender sobre o seu mercado. Por isso, esperamos que essas dicas possam encorajar você a conhecer melhor o seu cliente.

Continua depois da publicidade

Entidades:

Tags:

Mensagens de Agradecimento: onde encontrar as mais belas?

Mensagens de Agradecimento: onde encontrar as mais belas?

Ter um sentimento de gratidão em qualquer área da vida torna o dia a dia mais prazeroso e dá mais ânimo para enfrentar os desafios diários. Além disso, saber dizer obrigado dá uma sensação de leveza não só para a pessoa que agradece. Dessa maneira, mesmo que você...

Como criar um slogan para sua empresa?

Como criar um slogan para sua empresa?

Se você é dono de uma empresa, negócio ou está começando o seu próprio, então uma coisa que você precisa fazer é chamar atenção para a sua marca, e uma das formas de fazer isso é através do slogan. Afinal de contas, é preciso clientes para você se dar bem no mercado,...

Como criar um site de vendas grátis? 5 melhores plataformas

Como criar um site de vendas grátis? 5 melhores plataformas

De acordo com o site Google Trends, a busca por como criar um site de vendas grátis aumentou bastante nos últimos meses. O aumento na busca por esse termo pode ser justificado pela facilidade de iniciar um novo negócio. A missão de vender online pode ser uma ótima...

Franquias baratas: como começar com pouco dinheiro?

Franquias baratas: como começar com pouco dinheiro?

Foi-se o tempo em que ser empreendedor era uma oportunidade restrita a um determinado grupo. Agora existem franquias baratas e que não exigem investimentos altos para que uma pessoa tire uma ideia do papel e abra um negócio com pouco dinheiro.   Para ajudá-lo a...

Portal da Drogaria: o que é e como funciona?

Portal da Drogaria: o que é e como funciona?

O Portal da Drogaria é um sistema que atua com uma administração de qualidade e fornecimento de infraestrutura para vários programas de desconto em medicamentos. Desenvolvido em 2006, foi idealizado para fazer integração de farmácias e convênios nos programas de apoio...

Sankhya: como usar e fazer a gestão do seu negócio

Sankhya: como usar e fazer a gestão do seu negócio

A Sankhya Brasil é indicada para aquelas empresas que não sabem para onde está indo o seu dinheiro ou que têm dificuldades para cuidar da administração de pessoas, tomar decisões estratégicas ou que não conseguem ter uma visão completa sobre o seu negócio.  Se você...

O que significa CDL e como ela pode ajudar seu negócio

O que significa CDL e como ela pode ajudar seu negócio

Você já ouviu falar ou sabe o que significa CDL? A CDL está presente em todo o Brasil, com o objetivo de ajudar os lojistas locais a desenvolver seus negócios e ter condições melhores para suas operações. O apoio as empresas do país não se resume apenas a negócios já...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pin It on Pinterest