O que vender na internet? 45 ideias para começar

por | jun 1, 2021 | Empreendedorismo | 0 Comentários

Se você chegou até aqui, está procurando dicas sobre o que vender na internet, não é mesmo? A boa notícia é que está no lugar certo. Selecionamos diversas opções para iniciar um negócio de um jeito simples e sem grandes investimentos.

Neste artigo, você verá 45 ideias para quem deseja montar uma loja virtual ou para aquelas pessoas que podem usar o conhecimento a seu favor para aumentar a renda.

Após a leitura deste conteúdo, será mais fácil começar um negócio online com mais segurança e bastante motivação. Então, não perca mais tempo. Continue com a leitura e conheça ótimas ideias do que vender na internet.

Saiba Mais: Como criar uma loja virtual: 6 ferramentas para ecommerce

Por que vender na internet? 

Antes de mostrar as melhores dicas do que vender na internet, resolvemos listar vários benefícios que um empreendedor digital terá ao iniciar um segmento de forma online. Além de trabalhar no conforto da sua casa, é possível citar outras vantagens.

  • Baixo investimento;
  • Possibilidade de alcançar novos clientes;
  • O atendimento ao cliente é mais prático e sem burocracia; 
  • Negócio tem mais segurança;
  • É mais fácil compartilhar prova social;
  • É possível criar novas estratégias com senso de urgência

Percebeu os impactos positivos que o investimento em um negócio online pode trazer para a sua carreira? Vale a pena conhecer algumas sugestões de coisas para vender na internet e melhorar a sua renda. 

Saiba Mais: Como usar lives para vender mais: 6 ideias simples

O que vender na internet durante a pandemia?

A pandemia causada pelo coronavírus trouxe reflexos bastante negativos para a nossa sociedade, tanto no setor da saúde como no setor da economia. Infelizmente, muitas pessoas perderam o emprego ou tiveram a renda reduzida por causa da crise sanitária. 

Se você está enfrentando essa situação, a internet pode ser uma ótima ferramenta de trabalho. O mais interessante é que existem diversas opções que não exigem muito investimento. Basta ter um computador com acesso à internet e muita disposição para atrair os consumidores.

A partir de agora, vamos listar diversas dicas para que você descubra o que vender na internet durante a pandemia. Conheça abaixo as opções mais indicadas. Você pode divulgar os produtos nas redes sociais e em aplicativos de delivery.

1. Alimentos fitness 

Não é difícil encontrar pessoas preocupadas com o corpo, peso, qualidade de vida e os hábitos alimentares. Por isso, os alimentos fitness são ótimas opções para iniciar um empreendimento. Você pode, por exemplo, vender marmitas na internet. Para facilitar a produção, defina um cardápio semanal.

2. Alimentos para pessoas com intolerâncias 

Outra dica interessante no setor de alimentos é investir em alimentos para pessoas com intolerância a lactose, glúten, entre outros. Vale a pena apostar nesse setor, especialmente porque as pessoas estão mais preocupadas com a saúde e é um nicho sem muita concorrência no mercado.

Para se ter uma ideia, diversos estudos já divulgaram que o mundo pode ter entre 60% a 70% da população com intolerância à lactose. É um ótimo setor para ser explorado. 

3. Alimentos para vegetarianos ou veganos

O número de vegetarianos e veganos aumenta com frequência em nosso país. Por isso, o investimento nesse segmento pode ser uma ótima alternativa para vender produtos pela internet. É fundamental deixar claro que esse público é bastante exigente. Para surpreender os clientes, tenha um cuidado especial com a produção, embalagem e atendimento. 

4. Alimentos para diabéticos

Você também pode investir em alimentos para diabéticos. Pesquisas apontam que o número de pessoas com essa doença tem aumentado em nosso país. Para garantir um diferencial competitivo no mercado, recomendamos produzir doces sem açúcar. O cardápio pode ter diversas alternativas para os clientes:

  • Brigadeiro de colher sem açúcar;
  • Beijinho de coco vegano sem açúcar;
  • Brigadeiro sem açúcar com banana;
  • Mousse sem açúcar;
  • Doce de leite sem açúcar;
  • Sorvete de frutas sem açúcar;
  • Sorvete de chocolate sem açúcar;
  • Brownie sem açúcar;
  • Bolo de chocolate sem açúcar

Quanto mais completo for o seu cardápio, mais chances terá de atrair os clientes. Então, busque acompanhar as tendências de mercado para aumentar o seu faturamento nos próximos meses. 

Saiba Mais: Como você pode atrair clientes para o seu negócio usando o Facebook? 

5. Bolos e Doces

Um dos nichos mais promissores no mercado é o de bolos e doces. Apesar da forte concorrência, vale a pena investir nesse segmento. Para aumentar as suas vendas, recomendamos comercializar mais de um produto não só trufas e brigadeiros, mas também outras alternativas, como: palha italiana, bolo no pote, caseirinhos gourmet e brownies.

6. Salgados

Se você prefere produzir salgados, não tem problema. Esse mercado também é uma boa sugestão para os empreendedores. Assim como nos doces, você também deve buscar inovação e surpreender os clientes com novidades. Veja abaixo algumas opções interessantes: 

  • Bolinho de presunto e queijo;
  • Pastel especial de frango;
  • Bolinho de ricota com mussarela;
  • Pacotinho de abóbora com especiarias;
  • Palitinhos de muçarela;
  • Quibe de aipim com carne moída;
  • Croquete rápido de queijo;
  • Croquete de frango com batata

O que vender em uma loja virtual? 

O isolamento causado pelo coronavírus mudou o comportamento do consumidor. Agora, grande parte dos clientes estão buscando itens pela internet. Para se ter uma ideia: em dezembro de 2020, as negociações online cresceram 53,83%, se for comparado ao mesmo período de 2019. A partir de agora, vamos mostrar quais são os produtos mais indicados para vender no ambiente online. 

7. Aparelhos eletrônicos e de informática

Vamos iniciar a nossa lista falando sobre aparelhos eletrônicos e de informática. Sem dúvidas, é uma das alternativas com mais probabilidade de retorno. Em sua loja virtual, é possível adicionar diversos produtos:

  • Smartphones;
  • Smartwatches;
  • Tablets;
  • Computadores de mesa para trabalho;
  • Computadores gamer;
  • Computadores All In One;
  • Impressoras e cartuchos;
  • Projetores de vídeo;
  • Jogos digitais que permitem download; 
  • GPS e suportes de celular para carros; 
  • Peças e Hardware, como memória RAM, SSD e disco rígido

8. Moda e acessórios 

Os empreendedores que não gostam do mercado de tecnologia podem investir no segmento de modas. O mais interessante é que esse nicho permite comercializar vários tipos de peças. 

  • Roupas Plus Size; 
  • Roupas de moda evangélica; 
  • Roupas tradicionais, como camisas, calças, vestidos e roupas de frio; 
  • Roupas esportivas;
  • Vestidos de noiva;
  • Calçados;
  • Bolsas;
  • Carteiras;
  • Lingerie;
  • Bijuterias (brincos, pulseiras, colares, braceletes, entre outros); 
  • Óculos de grau ou de sol;
  • Relógios de pulso;
  • Chapéus e bonés.
  • Roupas sociais;
  • Roupas para eventos

Você pode observar que as opções que citamos acima se complementam, sendo possível adicionar mais alternativas em seu portfólio. Se o seu foco é comercializar óculos de sol, pode aumentar o faturamento com roupas de banho. 

Saiba Mais: 4 vantagens de abrir sua loja virtual no Facebook

9. Produtos para PET

O mercado de PET é um dos mais promissores para os próximos meses. Ao contrário do que muita gente imagina, ele não é focado somente para cachorros. Você pode comercializar produtos para gatos, pássaros, peixes, coelhos, furões e tartarugas.  

Para os donos de cachorro, você pode vender: ração, petiscos, ossos, tapetes, fraldas, brinquedos, camas, cobertores, acessórios de alimentação, acessórios de transporte, coleiras, guias e peitorais. Já para os gatos, é possível comercializar ração, petiscos, areias e banheiros, arranhadores e brinquedos, itens de farmácia, limpeza e beleza. É um mercado extenso para explorar. 

10. Viagens e turismo 

Se você gosta de viajar, pode aproveitar essa paixão e iniciar um novo empreendimento online. Engana-se quem pensa que esse mercado está relacionado somente a passagens de avião nacionais ou internacionais. O negócio pode ter outros tipos de produtos:

  • Malas e bolsas para viagem; 
  • Hotéis e quartos para estadia;
  • Pacotes de feriados;
  • Pacotes para viagem à Disney;
  • Pacotes de viagem em grupo;
  • Ingressos para eventos nacionais ou internacionais;
  • Seguros de viagens;
  • Aluguel de carros

Um dos maiores desafios do setor de viagens e turismo é o atendimento ao cliente que, geralmente, tem muitas dúvidas sobre destinos, passagens, entre outras questões. Para ter um bom relacionamento com o público, recomendamos trabalhar a empatia, responder rápido o consumidor e ser proativo.

11. Eletrodomésticos e móveis

Eletrodomésticos e mobílias são um dos melhores produtos para vender na internet. Você pode comercializar diversos itens em sua loja virtual, como:

  • Fogão e cooktop;
  • Geladeiras;
  • Fornos elétricos;
  • Microondas;
  • Ar-condicionado;
  • Acessórios e equipamentos para cozinha;
  • Mesas e cadeiras

Em seu portfólio de produtos, é possível incluir ainda: sofás e sala; colchões e camas; guarda-roupas; mesas e cadeiras de escritório; estantes, painéis e prateleiras; acessórios e equipamentos de banheiro, além de móveis para quarto das crianças ou para bebês. 

12. Equipamentos e itens esportivos 

Uma das principais vantagens do segmento esportivo é que o empreendedor pode investir em vários tipos de produtos. Você pode vender acessórios, roupas e produtos fitness. Conheça as melhores opções abaixo.

  • Equipamentos de musculação;
  • Equipamentos de pesca;
  • Bicicletas;
  • Patins; 
  • Patinetes;
  • Skate;
  • Pranchas de surfe; 
  • Jogos de mesa, como xadrez, poker e dados;
  • Itens para camping; 
  • Acessórios para vôlei, tênis, basquete, futebol e futebol americano

Saiba Mais: Os 8 melhores cursos de e-commerce

13. Beleza e perfumaria 

Outra dica interessante é o nicho de beleza e perfumaria. Nele, você pode trabalhar tanto com o público masculino quanto com o público feminino. Basta escolher a opção que tem mais ligação com o seu perfil. Aqui, você pode vender perfumes masculinos, femininos e unissex. O portfólio de produtos também pode incluir secadores, produtos e equipamentos para cabelo, além de produtos de maquiagem. 

14. Imóveis 

A internet também é bem-vinda para corretores ou para empreendedores que desejam montar uma imobiliária. Existem diversos motivos pelos quais o mundo online é um excelente canal para divulgar apartamentos, casas, terrenos, salões ou casas de festas, imóveis e salas comerciais. 

Dentre os principais benefícios, encontram-se: custo-benefício, maior alcance de clientes, praticidade para retirar o anúncio após uma venda e possibilidade de criar um anúncio com textos e fotos incríveis. 

O que vender na internet com pouco investimento? 

Iniciar um negócio na internet nem sempre exige grandes investimentos por parte do empreendedor. Para as próximas sugestões da nossa lista, você precisa de um computador com acesso à internet, conhecimento e muita disposição.

15. Redator 

Trata-se de um profissional que é contratado para desenvolver a produção de um ou mais conteúdos de acordo com os objetivos e público-alvo do negócio. Geralmente, os especialistas precisam criar textos para blogs e sites, seguindo as regras de SEO (Search Engine Optimization)

Para ter sucesso nessa carreira, o redator deve ter atenção com palavras-chave, subtítulos, frases curtas e meta descrição. O estilo de escrita é bastante diferente dos conteúdos tradicionais. Por isso, é fundamental conhecer as técnicas de SEO. A boa notícia é que existem diversos cursos online e gratuitos de marketing digital para facilitar o aprendizado do redator. 

16. Marketing de busca 

Um dos profissionais mais desejados da área de marketing é aquele que conhece as estratégias de Marketing de busca, conhecida também como SEO. Isso porque eles têm habilidades para fazer com que uma página, um blog ou um e-commerce alcance as primeiras posições do Google, aumentando o número de acessos e até as vendas de um negócio. 

Se você tem esse tipo de conhecimento, vale a pena divulgar o serviço em redes sociais corporativas, como o LinkedIn. Para aumentar a sua autoridade na área, escreva conteúdos sobre o tema e monte um portfólio com os seus melhores trabalhos. 

17. Tradutor 

Esse profissional tem como responsabilidade traduzir conteúdos de texto, áudio, vídeo, entre outros tipos de materiais. Geralmente, os tipos de traduções mais solicitadas são do português para inglês ou vice-versa. As organizações costumam contratar especialistas que são graduados em Letras ou áreas correlatas. 

Para atrair mais clientes e aumentar o número de traduções, você pode buscar conhecimento em outros tipos de línguas, como: Mandarim, Espanhol, Francês, Árabe e Português. 

18. Edição de áudio 

Provavelmente, você já percebeu que a quantidade de podcasts aumentou nos últimos meses em nosso país. O ouvinte pode encontrar programas de vários tipos. Existem podcasts de negócio, podcasts para aprender inglês de graça, podcasts de tecnologia, entre outros. 

Para acompanhar o crescimento desse tipo de mídia, você pode oferecer serviços de edição de áudio. Esse profissional tem como responsabilidade editar programas com mais qualidade e eficiência. 

19. Edição de vídeo 

O vídeo é o segundo formato de conteúdo mais utilizado nas redes sociais para potencializar o envolvimento do público, de acordo com um relatório divulgado pela HubSpot. A mesma pesquisa diz que o conteúdo ao vivo é a terceira estratégia de marketing de mídia social mais utilizada pelas empresas. Os números comprovam o quanto o material audiovisual está sendo o queridinho das organizações. 

Para aumentar a sua renda, vale a pena buscar trabalhos relacionados a edição de vídeo. Provavelmente, existem diversas empresas que necessitam desse tipo de serviço para potencializar os resultados. 

20. Consultoria online 

As consultorias online abrem caminhos para profissionais de várias áreas. Se você tem conhecimento em um determinado setor, pode ajudar um negócio a melhorar os seus resultados. O contato com a organização não precisa ser presencial. O processo pode ser feito de forma online. 

Existem diversos tipos de consultoria. A área estratégica contém as seguintes possibilidades: planejamento estratégico (empresarial), diagnóstico empresarial, monitoramento de estratégias e gestão de riscos. Já o especialista em marketing pode oferecer várias consultorias para uma empresa.

  • SEO; 
  • E-mail marketing; 
  • Geração de leads;
  • Mídia paga; 
  • Redes sociais;
  • Branding;
  • Monitoramento de resultados; 
  • Segmentação e mercado alvo

No setor financeiro, as principais consultorias são: controle financeiro, planejamento financeiro, análise de viabilidade, formação de preços de venda (precificação) e avaliação de empresas (valuation). Os profissionais de Recursos Humanos podem ajudar empresas com: contratação de pessoal, pesquisa de clima organizacional, plano de cargos e salários e treinamento e desenvolvimento (T&D). 

Para quem deseja oferecer consultoria contábil para os clientes, os temas mais solicitados pelas empresas são: planejamento tributário, gestão contábil e consultoria administrativa. Você também pode ser consultor no setor de logística. 

  • Consultoria de gestão e planejamento de estoques;
  • Consultoria de importação e exportação;
  • Consultoria de controle de frotas e roteirização

Saiba Mais: Como ser um consultor de SEO?

21. Professor particular 

O trabalho do professor particular é muito importante para a formação dos alunos. Quando os pais recorrem a esse tipo de profissional, geralmente a criança está tendo dificuldades para entender o conteúdo abordado na escola. Por isso, o tutor deve ter um bom conhecimento no assunto para auxiliar o pequeno da melhor forma. 

Você pode dar aula sobre português, matemática, inglês, história, geografia, entre outras matérias. Busque utilizar metodologias diferentes e jogos pedagógicos para manter o aluno concentrado no aprendizado. 

22. Revisor e editor de texto 

O trabalho de revisor e editor de texto não poderia ficar de fora da nossa lista. Para conquistar clientes e credibilidade no mercado, o profissional precisa ter conhecimentos avançados da língua portuguesa. Na maioria dos casos, as empresas recorrem a estudantes de Letras para ocupar esse cargo. 

O que vender na internet para ganhar dinheiro?

Com o avanço da internet, o produto digital tem se destacado no mercado. Trata-se de um tipo de conteúdo que é vendido no mercado online, que tem como objetivo ajudar o usuário a solucionar um determinado problema. Ele é conhecido também como infoproduto, pois tem como objetivo orientar ou informar o internauta sobre um tema. 

Na internet, você pode encontrar diversos infoprodutos em vários formatos, como: áudio, vídeo e texto. Além dos cursos online, webinários e livros digitais. Esses materiais abriram o caminho para muitas pessoas desenvolverem o próprio negócio. Afinal, os empreendedores começam um conteúdo do zero e conquistam credibilidade aos poucos no mercado. Conheça abaixo quais são os mais importantes e rentáveis. 

23. E-book

Conhecido também como livro eletrônico (tradução em português), o e-book é um material que contém um conteúdo completo sobre um determinado assunto. Geralmente, a abordagem é mais avançada e traz orientações diferentes para os leitores. Você pode comercializar o conteúdo gratuitamente ou cobrar um custo do usuário. 

Imagine um especialista em marketing digital. Ele pode desenvolver um curso avançado, em formato de e-book, sobre as dúvidas mais comuns em relação a redes sociais, mídia paga, blogs, entre outros conteúdos. Além de aumentar a sua renda, o livro eletrônico traz mais autoridade para o profissional.

24. Webinários 

O formato deste conteúdo é bastante semelhante a um seminário na internet, que pode ser transmitido ao vivo ou de forma gravada. Ele consegue atrair a audiência por meio dos recursos visuais e da qualidade dos temas que são abordados. 

Grande parte das pessoas costuma confundir um Webinário com um seminário comum. Apesar de serem bastante parecidos, cada um tem as suas particularidades. A primeira opção, por exemplo, não exige investimentos em logística, como o aluguel de um espaço físico. O responsável pelo evento pode transmití-lo no conforto da sua residência. 

25. Vídeo-aulas 

O próximo produto digital da nossa lista é considerado um dos mais lucrativos por grande parte dos especialistas. O sucesso das videoaulas pode ser explicado por vários motivos. 

  • As aulas são gravadas; 
  • Traz conforto para os alunos e tutores, uma vez que o processo é feito em casa;  
  • Podem ser visualizadas várias vezes em qualquer horário do dia; 
  • Os valores são mais econômicos que os cursos presenciais

A versatilidade é um dos pontos mais interessantes dos cursos online. Você pode encontrar diversos tipos de temas para começar os trabalhos. A lista é extensa e pode servir como inspiração para guiá-lo nos primeiros passos:

  • Cursos de maquiagem online;
  •  Curso online de matérias escolares;
  • Curso online de idiomas;
  • Curso online de desenho;
  • Curso online de coaching;
  • Curso online sobre finanças;
  • Curso online de marketing;
  • Curso online de oratória;
  • Curso online de conquista;
  • Curso online de design de moda e costura;
  • Curso online de adestramento de animais domésticos;
  • Curso online sobre tecnologia;
  • Curso online de culinária;
  • Curso online de instrumentos musicais;
  • Curso online de adestramento;
  • Aula online de zumba

26. Site para membros 

O site para membros são páginas na internet que têm como objetivo compartilhar materiais exclusivos com os usuários. Para ter acesso a esse material, o internauta precisa pagar uma taxa única ou mensal. O modelo de pagamento é definido pelo responsável pelo portal. 

27. Softwares 

Produtos que são construídos na maioria das vezes para empresas são armazenados na nuvem. Se você consegue desenvolver alguma ferramenta que traz diversos pontos positivos para um usuário, pode comercializá-la. No mercado, existem vários tipos de softwares, como: software aplicativo, software de programação e software de sistema. 

28. Aplicativos 

O aplicativo é outro produto bastante lucrativo na internet. Ele ganha esse título porque oferece várias funcionalidades para o usuário em apenas um programa. Outra característica que justifica o sucesso é que os recursos transformam tarefas complexas em execuções fáceis. 

Se você está sem ideia para desenvolver um aplicativo, veja abaixo algumas alternativas que podem servir como inspiração para os seus próximos passos. 

Aqui, mencionamos as sugestões mais conhecidas do mercado. Para trazer inspirações, vale a pena fazer o download de cada alternativa e conhecer as suas funcionalidades, design e outras características importantes. Assim, você consegue avaliar quais são os pontos positivos e negativos que deseja incluir em seu aplicativo. 

O que vender na internet? Confira mais ideias 

Já mostramos diversos produtos que um empreendedor digital pode vender pela internet. No entanto, esse mercado é bastante extenso e permite que o empresário tenha acesso a várias alternativas. Pensando nisso, resolvemos listar outras ideias para ajudá-lo na tomada de decisão. Acompanhe!

29. Produtos em artesanato 

Os produtos artesanais nunca saem de moda. Nessa lista, é possível incluir: sabonetes artesanais; guirlandas de feltro; bordados com fita de cetim; caixas decoradas de MDF; encadernação artesanal; lembrancinhas em EVA; pintura em tecido; luminárias e lembrancinhas em biscuit. 

30. Produtos personalizados de maternidade 

Independente do nicho, os materiais personalizados são os queridinhos dos clientes. Isso porque eles são desenvolvidos de acordo com as necessidades dos consumidores. No mundo da maternidade, a personalização deixa as mamães encantadas. 

Nessa área, vale a pena confeccionar itens, como: laços de cabelo; laço catavento; laço cruzado simples; laços em feltro e EVA; kit de laços; sapatinhos para bebê e guirlandas. 

31. Fantasias 

Ao contrário do que muita gente imagina, não são só os pequenos que gostam de fantasias. Os adultos também utilizam esse tipo de roupa para festas e outros eventos especiais. Existem algumas opções que são campeãs de vendas. Para as crianças, as mais indicadas são: Jasmine, Aladim, Batgirl e Batman, Mulher Maravilha, Tubarão e Baby Shark. 

A lista ainda tem: Arlequina, personagens do Toy Story (Jessie, Woody e Buzz Lightwear), Unicórnio, Minnie Mouse e Moana. Já os adultos costumam solicitar as seguintes fantasias: Harry Potter Grifinória; Papai Noel; Penélope; casal alemão e palhaço.  

32. Produtos para ansiedade e estresse 

Os últimos meses não foram fáceis para os brasileiros e o restante dos países. Crises de ansiedade e estresse estiveram presentes tanto em homens como mulheres. Por isso, muitas pessoas têm procurado produtos para ter uma rotina mais leve e sem pressão. Você pode comercializar diversos itens que podem deixar o dia mais tranquilo.

  • Bolinha para pressionar;
  • Porta-retrato com fotos da família;
  • Aromatizador de ambiente;
  • Abajur;
  • Umidificador de ar;
  • Lanches saudáveis;
  • Livros. 

33. Flores 

As flores são conhecidas como presentes curingas em várias datas comemorativas. Para aumentar a renda, você pode vender rosas; suculentas; lírios; girassóis; astromélias; gérberas; margaridas e lisianthus. Uma forma interessante de potencializar os resultados é adicionar cestas de café da manhã no portfólio de produtos. 

34. Clubes de assinatura 

São empresas que vendem seus produtos e serviços com entregas programadas. A maioria das lojas virtuais trabalham de forma mensal, mas não existe uma regra em relação a periodicidade. Quem deseja entrar nesse mercado pode se especializar em diversos tipos de clubes de assinatura, como: vinhos, cervejas, café, flores e livros. 

35. Chapéus 

Já pensou em vender chapéus na internet? Esse produto tem uma boa variedade de itens e que podem surpreender os clientes. Os mais vendidos são: Panamá, Fedora, Cochê; pescador; cowboy e Floppy.

36. Jogos educativos 

Os jogos educativos são ótimas opções para os pais que desejam ensinar diversos temas para as crianças brincando.

Os formatos mais comuns são: jogos de tabuleiro, jogos de expressão corporal, quebra cabeças, jogos científicos, jogos digitais, jogos de criação e construção. 

37. Vinhos 

A Associação Brasileira de Sommeliers do Rio Grande do Sul (ABS-RS) informou que a venda de vinhos cresceu durante a pandemia. Você pode incluir vários tipos dessa bebida em sua própria loja online para surpreender os clientes. 

  • Cabernet Sauvignon;
  • Merlot;
  • Malbec;
  • Carménère;
  • Pinot Noir;
  • Syrah;
  • Tannat;
  • Tempranillo;
  • Chardonnay

38. Cervejas 

Você também pode vender diversos tipos de cervejas na internet. Dentre as mais comuns, encontram-se: Pilsen; Munich Helles; Vienna Lager; Oktoberfest (Märzen); Bock; Kölsch; Altbier; English Pale Ale; English Brown Ale; India Pale Ale e English IPA. 

39. Brinquedos 

O setor de brinquedos foi outra área que cresceu durante a pandemia. Para aproveitar esse momento da melhor forma, recomendamos investir em opções para crianças de várias idades.

Uma boa loja é aquela que contém itens de “faz de conta”, bonecas, bonecos, carrinhos, brinquedos educativos, artes e massinha.

40. Acessórios para carros 

No mercado automotivo, alguns acessórios são indispensáveis para os motoristas. Para aumentar o seu faturamento, venda esses itens na internet. Geralmente, os mais indicados são: extintor de incêndio, suporte magnético para celular, trava de direção, câmera de ré, sensor de estacionamento, mini geladeira. A lista ainda contém outros itens:

  • Acessórios aerodinâmicos;
  • Central multimídia;
  • Piloto automático;
  • Protetor de cárter;
  • Molas esportivas;
  • Chip de potência;
  • Abafador inox;
  • Filtro de ar esportivo;
  • Lâmpada de Xenon;
  • Mirror Cast;
  • Auxiliar de Partida;
  • Kit de ferramentas de reparação de punção. 

41. Acessórios para decoração 

Vender acessórios para decoração também é uma ótima saída para fugir da crise. Uma boa loja é aquele que contém itens vários tipos de decorações, como: clássica, retrô, industrial, moderna, escandinava, rústica, futurística, asiática e contemporânea. 

42. Convites 

Se você tem criatividade, pode começar no mercado de convites para eventos. Em seu portfólio de produtos, recomendamos incluir: convites de casamento, convites para padrinhos e madrinhas de casamento, convites de aniversário – 15 anos – Debutantes, convites para noivado, convites corporativos, convites para chá de panela, convites para Chá Bar e convite de aniversário infantil. 

43. Banco de Fotos 

Fotógrafos podem vender suas fotos na internet. No ambiente online, você tem acesso a diversos sites que permitem armazenar o material para milhares de pessoas.

Os mais conhecidos são: Adobe Stock, Alamy, 123RF, Can Stock Photo, Dreamstime, FineArt America, Photo Shelter e Shutterstock

44. Quadros e Pôsteres Personalizados

A procura por quadros personalizados está alta. Outra vantagem dessa área é que não é necessário fazer grandes investimentos para dar os primeiros passos.

O profissional que consegue produzir a sua própria arte consegue aumentar ainda mais o retorno financeiro. 

45. Camisetas personalizadas 

O mercado de camisetas personalizadas é bastante concorrido. No entanto, com criatividade e força de vontade, é possível ter sucesso nesse segmento.

Você também pode escolher nichos de mercado que têm pouca concorrência. Dessa forma, será mais fácil ter resultados positivos. 

Preciso de uma loja virtual para vender na internet? 

Não! Montar uma página em redes sociais, como o Instagram e o Facebook, já é suficiente para compartilhar o seu trabalho com milhares de pessoas. Investir nesse tipo de mídia ainda traz outras vantagens para o empreendedor: plataforma popular, plataforma visual para atrair mais usuários, permite criar anúncios de acordo com o perfil do cliente e ajuda no engajamento do usuário. 

Para vender no Instagram, você deve utilizar CTA (Call to action) nas imagens, usar vídeos para aumentar o alcance da audiência, fazer parcerias com influenciadores, compartilhar fotos de qualidade e fazer textos objetivos. Antes de colocar a mão na massa, estude algumas estratégias que podem melhorar os resultados do seu negócio, como:

O que vender na internet para iniciantes?

Após descobrir o que vender na internet, vamos mostrar quais são os primeiros passos para iniciar o seu negócio no ambiente online. São dicas simples e que podem ser aplicadas no conforto da sua casa. 

Escolha o que irá vender 

Primeiro, você deve escolher qual produto deseja comercializar. Para isso, é necessário fazer uma análise de mercado para descobrir quais são os itens mais consumidos e quais são aqueles em que o nicho não é tão explorado. Esse tipo de investigação é importante porque, ao escolher um mercado bastante concorrido, você terá mais dificuldades para aumentar o seu faturamento. 

Outro ponto interessante na hora de escolher o produto para vender é dar preferência para as opções que mais combinam com o seu perfil. Quando estamos acostumados a utilizar um determinado item, a venda dele é mais fácil, pois conhecemos as características, os diferenciais e como é o comportamento do consumidor. 

Trabalhe com bons fornecedores

Encontrar bons fornecedores para o seu negócio nem sempre é uma tarefa fácil. Isso porque a decisão envolve diversos fatores, como: qualidade dos produtos, preço e o período de reposição de estoque. É importante avaliar todos os detalhes para evitar problemas futuros.

Se você ainda está inseguro para tomar uma decisão, vale a pena pesquisar opiniões sobre os fornecedores em sites, como o Reclame Aqui, nas avaliações do Google Meu Negócio e as opiniões que os clientes compartilham nas redes sociais. Quanto mais informações coletadas, mais fácil será escolher um bom profissional. 

Defina o nome da marca 

Especialmente na internet, um dos maiores desafios dos empreendedores que estão começando um negócio é escolher o nome da marca. Neste momento, dê preferência para opções que os clientes conseguem identificá-la com facilidade em sites, redes sociais ou outros tipos de canais. Um dos maiores erros dos empresários é escolher nomes que são complicados de entender, pronunciar ou digitar. 

Registre o CNPJ 

Um dos maiores mitos do empreendedorismo digital é acreditar que não é necessário ser pessoa jurídica para entrar nesse mercado. Se você pretende iniciar um negócio nos próximos meses, registre o CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica). Ele é essencial para emitir nota fiscal eletrônica e para encontrar preços mais acessíveis com os fornecedores. 

Construa a identidade visual da sua marca 

A construção da identidade visual de uma marca não pode ser ignorada. Ela aumenta a conexão com o consumidor e também o desejo de compra. Uma boa identidade é aquela que está integrada com todos os canais de uma empresa, seja no e-commerce, nas redes sociais, e-mail marketing, blog ou site. 

Divulgue a sua loja 

A divulgação de uma loja é essencial para o sucesso de qualquer empresa, seja de pequeno, médio ou grande porte. Aquele velho ditado nunca fez tanto sentido: “quem não é visto, não é lembrado”. Para conseguir bons resultados com as suas estratégias de marketing, compartilhe os produtos em redes sociais, blogs, sites, e outros tipos de canais. 

Invista em uma plataforma para o seu e-commerce 

Se você optou por vender os seus produtos em uma loja virtual, tenha bastante cuidado com a escolha da plataforma. O mais indicado é fazer uma pesquisa intensa. Além do preço, é importante avaliar as funcionalidades e o suporte da empresa, caso o site fique fora do ar ou ocorra algum problema que prejudique as suas vendas. 

Use o SEO ao seu favor 

Já falamos neste artigo o quanto o SEO é importante para uma estratégia de marketing digital. Ele ajuda a sua marca a conquistar as primeiras posições do Google. Quem tem uma loja virtual deve investir em palavras-chaves com um alto volume de busca, fazer um blog para gerar conteúdo valioso e seguir as melhores estratégias. A junção desses fatores trará mais acessos para o seu negócio. 

O que vender na Internet: Conclusão

Aqui, compartilhamos os melhores negócios para vender online. Escolha a alternativa que mais combina com o seu perfil, converse com especialistas da área, estude o mercado, faça cursos e tente entender como é o comportamento do consumidor. A junção desses fatores pode ser determinante para garantir os benefícios de um empreendimento digital.

Após descobrir o que vender na internet, conheça o nosso curso de estratégias para o Instagram. Aqui, você terá acesso a dicas que vão potencializar cada vez mais o sucesso do seu negócio no ambiente digital. 

 

Continua depois da publicidade

Tags:

Klickpages: o que é e como funciona

Klickpages: o que é e como funciona

A criação de landing pages que convertem é um dos maiores desafios dos profissionais de marketing e de empreendedores que trabalham com essa estratégia, seja em seu negócio ou em uma fórmula de lançamento. Se você já teve uma baixa conversão nas páginas e não atingiu...

Parceiro Magalu: como se cadastrar e vender online

Parceiro Magalu: como se cadastrar e vender online

Responda rápido: você já pensou em ter uma renda extra sem sair de casa? Já pensou em montar uma loja virtual sem ter um estoque em sua residência? Já pensou em vender os produtos da sua loja física de forma online em uma rede de varejo com mais de milhões de clientes...

O que é follow up e como fazer?

O que é follow up e como fazer?

Todo mundo já passou por um processo de follow up. Imagine que você está querendo contratar um serviço de internet para a sua casa. Você entra em contato com uma empresa. Durante a conversa, ouve atentamente os planos disponíveis, mas ainda não sabe quando tomará a...

Como formalizar um pequeno negócio?

Como formalizar um pequeno negócio?

Você sabe como formalizar um pequeno negócio? Nos últimos anos, o número de pessoas que buscam empreender e atingir a tão sonhada independência financeira vêm aumentando expressivamente. E apesar das dificuldades, o Brasil possui certa de 17 milhões de negócios...

Os 3 melhores memes de Marketing Digital

Os 3 melhores memes de Marketing Digital

Se você chegou até este artigo, está procurando quais são os melhores memes de Marketing Digital, não é mesmo? Selecionamos 3 ótimas opções da internet para que você tenha um momento de diversão em sua rotina.  Você verá frases engraçadas que podem ser compartilhadas...

Como começar no Marketing Digital?

Como começar no Marketing Digital?

Qualquer profissão ou carreira relacionada à internet, tem um enorme potencial de crescimento nos próximos anos. Por isso, como começar no marketing digital é uma das buscas mais comuns para quem deseja iniciar um novo negócio ou carreira profissional. Comecei no...

25 livros de empreendedorismo gratuitos para baixar

25 livros de empreendedorismo gratuitos para baixar

Está sem grana e quer adquirir conhecimento? Fizemos uma lista dos melhores 25 livros de empreendedorismo gratuitos para você baixar! Afinal, conteúdo de valor nunca é demais, ainda mais se você não precisar pagar nada por isso. A tarefa de empreender não é fácil,...

Como streamers ganham dinheiro com suas lives?

Como streamers ganham dinheiro com suas lives?

2020 alterou o modo operante da rotina de trabalho e o mercado online cresceu absurdamente. Em meio ao caos ocorrido no último ano, algumas profissões ficaram em alta, e os streamers passaram a ser mais reconhecidos. E se antes jogar era apenas um passatempo, passou a...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Pin It on Pinterest