O que faz e como ser um Copywriter profissional?

por | abr 30, 2021 | Marketing de Conteúdo | 0 Comentários

Sabe quando um anúncio é lançado e ele não sai da sua cabeça? Pode ter certeza que tem um Copywriter por trás disso. Pode ser em formato de jingle, pequenos textos, grandes histórias, vídeos para YouTube ou o que a criatividade permitir. Ele é o profissional responsável pelo desenvolvimento do texto e conhecido como Copywriter (também chamado de “copy”). Agora, como ser um Copywriter profissional?

O profissional não é um escritor de romance, mais do que isso, o Copywriter é um pesquisador. Ele precisa estar constantemente pesquisando e estar atento ao mercado, a audiência e diversos outros assuntos que vão além de seu nicho. Para que, assim, tenha um repertório abastecido na hora de escrever.

O Copywriter escreve para vários setores do marketing digital: anúncios, páginas de captura, páginas de vendas, cartas de venda, anúncios de remarketing, e-mail marketing. Contudo, o Copy não escreve simplesmente o que vem à sua cabeça, mas sim, o que precisa ser dito para o cliente tomar uma decisão.

Nossa equipe entrevistou a Isabella Pontes, revisora e produtora de conteúdo em uma agência de comunicação em Niterói, Rio de Janeiro. Ela conta como se encantou pela área de comunicação, como tem sido sua jornada como Copywriter e muito mais! Vem conferir!

Saiba mais: Propagandas criativas: 18 anúncios criativos para se inspirar

Copywriter ou Copywriting, qual a diferença?

É comum confundirem essas palavras, copywriting e copywriter. O copywriter é o profissional que cria textos persuasivos e o copywriting está voltado para escrever conteúdos para uma tomada de decisão. Vamos exemplificar, o copywriter é quem escreve usando técnicas de copywriting, isto é, estratégias de produção de conteúdos no intuito de convencer o leitor a realizar uma ação específica.

O alvo do copywriting é direcionar sua audiência para uma tomada de decisão, como foi dito anteriormente. Mas o que seria essa “tomada de decisão”? Ela pode estar relacionada a uma compra direta ou alguma ação que esteja dentro desse processo. Isso normalmente acontece quando é falado sobre algum produto ou serviço e quando está vendendo uma ideia ou oferecendo um conteúdo.

Já o trabalho do Copywriter é desenvolver um texto com persuasão e utilizando gatilhos mentais (os gatilhos mentais são um conjunto de técnicas de escrita, são termos a fim de agirem como influenciadores do cérebro humano), para despertar interesse no leitor, com o objetivo de gerar conversões e vendas para o seu negócio. 

E se engana quem pensa que é uma profissão recente. Podemos dizer que desde 1828 esse ofício já existia. O americano Noah Webster e também lexicógrafo, produzia textos originais tanto na escrita quanto na impressão. O tempo foi passando e foi ganhando cada vez mais espaço e, em 1870, foi identificado o primeiro copywriter, que ficou conhecido como o profissional responsável por escrever anúncios. 

E até hoje, para ser um bom profissional nessa área, é necessário saber escrever bem, entender o assunto tratado, criar textos persuasivos e ser capaz de converter em vendas.

Saiba mais: O que é copywriting: 6 dicas para uma copy que converte

O que faz um copywriter?

Mas será que você sabe realmente o que faz e como ser um Copywriter profissional? Confira a seguir algumas das atribuições desta função.

  • Roteiro de vídeos e artigos: seja qual for o tipo do conteúdo, se é escrito ou falado, o que vai determinar é sua estrutura. Uma estrutura conhecida por esse profissional, que sabe muito bem como criar conteúdos que engajam, relevantes e com técnicas específicas que tornam um artigo mais cativante.
  • Anúncios na internet: com a internet se tornando cada vez mais comum, sendo utilizados por empresas e até mesmo pequenos negócios, hoje é possível ver regularmente anúncios nas redes sociais, no YouTube ou no Google. Tudo isso para chamar a atenção de um público-alvo, sendo a comunicação a ponte disso e a imagem e a linguagem sendo suas ferramentas. 
  • Roteiro para telemarketing: você sabia que toda a comunicação de um bom telemarketing deve ser criada por um copywriter? Por mais que pareça ultrapassado, o telemarketing é uma área que também exige muito de uma boa comunicação e um roteiro atrativo. 
  • E-mails: o e-mail é um canal de vendas muito utilizado pelas empresas nos dias atuais. Seus conteúdos também são produzidos por um copywriter. Empresas que adotam esta ferramenta de vender por e-mail não só podem, como devem, ter um copywriter que tenha essas habilidades em sua equipe para dirigir esse canal.
  • Catálogo de produtos: o uso de catálogos ou cardápios são muito comuns não só no meio físico, mas também no meio digital, vale ressaltar que faz parte da comunicação e também é feito pelos copywriters. São eles quem aplicam as técnicas necessárias de copywriting para convencer o cliente.
  • Carta de vendas: a Carta de vendas é uma das funções mais importante para um copywriter que deseja ganhar destaque em uma empresa. O processo de criação faz com que um clique possa gerar milhares de resultados e retornos de pessoas que desejam comprar certo produto. Claro, mas para isso, é imprescindível usar técnicas de copywriting.

Erros que você não pode cometer como iniciante

Se você deseja se tornar um copywriter profissional precisa saber que há algumas práticas que não são recomendadas para quem deseja ganhar notoriedade e atrair bons resultados para sua marca.

  • Texto fraco e repetitivo: busque deixar seu texto não só coeso sem erros de português, tente não deixar ele com uma linguagem precária, além da ausência de informações relevantes para a persona;
  • Falar somente de si: saiba que o público não quer se informar somente a respeito de produtos e ofertas. Vai muito além disso, seu usuário deseja encontrar soluções acessíveis para as suas necessidades;
  • Linguagem incoerente: o copywriter precisa estar em linha reta com o público-alvo da empresa. Isso ajudará com que ele também esteja familiarizado com vocabulário e, com isso, consiga firmar uma comunicação sólida e eficiente.

Saiba mais: Qual é o melhor curso de marketing digital?

Quanto ganha um Copywriter?

Já parou para pensar quanto ganha um Copywriter? A profissão tem crescido muito nos últimos anos e tem sido cada vez mais valorizada no mercado. No cargo de Copywriter, pode-se iniciar ganhando um valor de R$ 2.500,00. Um salário de copywriter pode chegar até R$ 30.000,00 por mês.

A média salarial para Copywriters no Brasil é de R$ 5.000,00. A internet tem se tornado um lugar cheio de oportunidades e expandido ainda mais o trabalho não só para funcionários fixos, mas para os autônomos e freelancers.

Saiba mais: Salário de Marketing: conheça as faixas salariais da área

Dicas de livros sobre copywriting

Aprender nunca é demais. Leia bastante. Explore a internet. Aqui, nós reunimos títulos para quem quer aprender ou aprimorar o conhecimento na área de copywriting. Tanto em temas correlatos, como marketing digital, vendas e tecnologia quanto a um crescimento pessoal. E para quem não abre mão de um bom livro, esses vão te ajudar a alavancar ainda mais a sua carreira e o seu negócio. Confira os 10 melhores livros sobre copywriting.

  1.  Permission Marketing (Seth Godin);
  2. Sell or be Sold (Grant Cardone);
  3.  Armas da Persuasão (Robert Cialdini);
  4. Pitch Anything (Oren Klaff);
  5.  Big Black Book (Mark Ford / Rocky Vega);
  6. Copywriting Descomplicado (Victor Palandi);
  7.  Experts Secrets (Russell Brunson);
  8.  Copywriting Secrets (Jim Edwards);
  9.  A carta de vendas de 16 palavras (Evaldo Albuquerque);
  10.  Deep Work (Cal Newport).

Faça parte de grupos de discussão

Esteja sempre por dentro de grupos que falem sobre a área pela qual se interessa. Lembra que no início do texto falamos sobre copywriters serem pesquisadores? Então, esteja sempre pesquisando, atento às novidades e por aí vai. Grupos de discussão servem como um ambiente para esclarecimento de dúvidas e troca de experiências entre os membros. Sem contar que há uma chance muito grande de conseguir dicas e oportunidades nesses ambientes. Veja só o que separamos:

Ferramentas que todo Copywriter precisa

Se você está iniciando uma carreira ou já trabalha com copywriting, precisa saber quais são as principais ferramentas que vão te ajudar a chegar ao sucesso. Sabemos que o auxílio de ferramentas é fundamental e indispensável para facilitar e expandir ainda mais o seu trabalho. Por isso é tão importante investir nas ferramentas adequadas na hora de montar um projeto, administrar equipes e tarefas e até mesmo planejar metas futuras. Veja abaixo as ferramentas que separamos:

  • Google Drive – Um App importante para quem gerencia muitos projetos, ótimo para armazenar, compartilhar arquivos e pastas usando qualquer dispositivo móvel, tablet ou computador. O App é gratuito.
  • Google Docs – Com o Google Docs, você pode escrever, editar, pode usar offline, pode fazer comentários e colaborar onde estiver. Traz realmente uma facilidade na hora de trabalhar. E seus recursos são gratuitos.
  • Google Forms –  Com o Google Forms, você pode coletar e organizar informações em pequena ou grande quantidade. Pode fazer pesquisas, entender com quem está falando para iniciar um projeto e deixar ele mais parecido com você! O App é gratuito.
  • Bear App – Serve para personalizar suas anotações. Pode organizar e marcar seus documentos em hashtags, tem contador de palavras e marcador de tempo de leitura para cada nota. Gratuito também, mas até certo limite. Depois, se quiser, pode pagar.
  • Evernote – Um App que serve para fazer resumos e conteúdos para o Instagram, possibilita gravar anotações como mensagem de voz e editar arquivos em PDF. O App também é gratuito e só paga se quiser acessar mais recursos.
  • Ulisses – Ulisses também é um App para escrever. Ele te possibilita gerenciar documentos, sua sincronização é rápida e organizar seus projetos. Ele é pago, mas você pode testar a opção gratuita. 

como ser um copywriter profissional - Ulysses

  • Dicionário de sinônimos – Ótimo para enriquecer seu vocabulário na hora de escrever. Trocar palavras complexas por palavras que sejam mais fáceis de entender e que mais se encaixam com o seu texto. O site é totalmente gratuito.
  • ClickUp – O ClickUp é um programa para gestão. Ajuda a gerenciar seus projetos, organizar documentos e tarefas, planilhas, controle de tempo, até mesmo a captura de tela e gravação. Existe a versão gratuita, porém limitada e existe a versão paga que tem mais recursos.

como ser um copywriter profissional - ClickUp

  • Monday – O Monday é um programa que também ajuda na parte de gestão. Ajuda a delegar, organizar suas tarefas e organizar as tarefas atribuídas a sua equipe. O programa é pago, mas é disponibilizado um período grátis de teste.
  • Trello Aqui você pode colaborar, organizar projetos e alcançar novos picos de produtividade. O Trello permite que você gerencie suas tarefas e até personalize elas de acordo com você ou sua equipe. Seus recursos são gratuitos.

O que faz e como ser um Copywriter profissional com Isabella Pontes 

Olá, Isabella! Tudo bem? Conte-nos um pouco sobre você!

Meu nome é Isabella Pontes. Tenho 23 anos e sou estudante de Letras na Universidade Federal Fluminense, assim como revisora e produtora de conteúdo contratada pela agência de comunicação Goldoni Conecta. 

Por que decidiu trabalhar com copywriting? 

Caí no setor de comunicação de paraquedas e me apaixonei. Acreditava que uma graduanda de Letras só poderia ser professora ou revisora, mas descobri que a escrita (minha paixão) poderia ser usada para convencer e encantar pessoas, e não só para ensinar a diferença entre adjunto adnominal e complemento nominal. 

Vemos que esse cargo é bastante ocupado por profissionais de Comunicação Social, mas também percebemos que esse mercado é muito versátil e adaptável. Como estudante de Letras, você já pensava em trabalhar com o conteúdo digital ou tinha um leque maior de opções?

Como eu disse anteriormente, eu não sabia que tinha opções além do magistério e da revisão, porque infelizmente a faculdade de Letras nos forma para a carreira acadêmica e não para o mercado de trabalho. Ter contato com a comunicação na Goldoni expandiu meus horizontes e me fez desenvolver interesse em áreas da linguagem (como a semiótica e a análise do discurso na linguística) que antes eu não prestava muita atenção. Entretanto, ressalto aqui mais uma vez que estudantes de Letras não são preparados para pensar em muitas opções, nem sequer têm oportunidade de ter contato com elas para saber se terão interesse ou não.

Qual foi a sua maior influência como Copywriter?

Talvez a resposta esperada seja o nome de uma pessoa, mas preciso dizer que minha maior influência foi ver o primeiro conteúdo que escrevi divulgado, porque passei de consumidora passiva desse tipo de conteúdo para a produtora. Na maior parte do tempo, eu penso: será que, se eu me interessasse por tal assunto, eu gostaria de estar lendo isso? Essas palavras me convenceriam? E então eu moldo minhas palavras ou a minha abordagem de acordo com o que eu gostaria de ler se estivesse no lugar do consumidor. É um jogo que eu amo jogar.

Como é trabalhar com o copywriting? Você se sente realizada nessa área?

Na minha mente, trabalhar com copywriting é quase tão gratificante quanto dar aula, porque muitas vezes ele está atrelado à disseminação de conhecimento e informação, o que acredito ser sempre benéfico. Foi uma área pela qual me apaixonei à primeira vista, então, sim, me sinto altamente realizada.

Como você avalia o mercado para os copywriters que estão se formando hoje?

Deixei de ser estagiária faz pouco tempo, mas consigo ver que o mercado de comunicação está cada vez maior e mais necessitado de volume. Todos nós sempre procuramos as dores dos nossos problemas na internet, não é mesmo? Copywriters estão aí para garantir que as questões sejam respondidas. 

Saiba mais: Como fazer para conseguir um emprego pela internet

O Copywriter deveria escolher um nicho para trabalhar?

Acredito que não importa a área, a especialização é sempre uma faca de dois gumes. Quando você se especializa demais em algo, você se torna altamente eficiente no assunto, mas isso reduz seu tempo de aprendizado em outros segmentos. Num mercado crescente como o da comunicação, acredito que é importante sempre ser especialista em um nicho, mas nunca deixar de se atualizar e de se capacitar em outros, afinal, conhecimento nunca é demais.  

Para terminar, se você pudesse dar uma dica ou um conselho para quem está estudando sobre copywriting, o que você diria? 

Acredito que o conselho mais importante é nunca parar de estudar e aprender, porque toda informação que absorvemos pode nos ser útil em algum momento. Falo isso porque, apesar de ter estudado minha vida inteira literatura e português, consegui utilizar meus conhecimentos para uma área diferente da que eu e os outros esperavam de mim.

Um exemplo mais concreto e mais famoso do que estou querendo dizer é o curso de tipografia que o Steve Jobs fez na juventude. Ele era um estudante de economia fazendo um curso de tipografia. A princípio, parece altamente inútil, certo? O que uma coisa tem a ver com a outra? Mas foi justamente esse curso que o levou a ter uma ideia, hoje concretizada para nós, décadas depois, nas opções de escrever esse texto em Arial, por exemplo, e não em Cambria.

Temos as opções de fontes no computador porque ele teve essa ideia quando isso parecia irrelevante. Hoje, trabalhando com comunicação, me pergunto: o que seria de nós num mundo sem Time News Roman? Como passar credibilidade em uma tese com uma fonte como a robótica Courier New? Ou a temida Comic Sans? Parecem preocupações típicas de designers, e são! Mas também são copywriters, acadêmicos, presidentes e juízes. Com isso, quero dizer que, não importa que curso decida fazer, todo conhecimento é relevante, principalmente quando se trata de criatividade, como é a área de comunicação. 

Gostou de saber mais sobre como ser um copywriter profissional? Conta para a gente nos comentários

Continua depois da publicidade
Como criar quizzes?

Como criar quizzes?

A interatividade que a internet proporciona aproxima as pessoas, independentemente da distância em que elas estejam. Um dos recursos mais legais para testar seus conhecimentos são os quizzes online. Com eles, você pode até criar o meu quiz, que é bem famoso nas redes...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Pin It on Pinterest