Love Brand: Como tornar seu negócio amado pelos clientes

por | jun 24, 2021 | Empreendedorismo | 0 Comentários

Sabe quando os consumidores se apaixonam por uma marca ou empresa e sempre tem ela como a primeira opção na hora de comprar tudo? Isso se chama Love Brand e é um dos principais motivos na hora de fazer um cliente optar por uma ou outra marca.

Atualmente, temos consumidores que são cada vez mais exigentes com marcas e empresas que consomem. Por isso, é cada vez mais importante aprender com os estudos sobre o Love Brand.

Quando um cliente se apaixona por uma marca, ela sempre será a primeira opção de compra. Em alguns casos, o consumidor pode até ignorar os preços mais altos em alguns produtos, mas por mais que isso possa parecer um sonho para as empresas, não é nada fácil chegar a esse nível de relacionamento com os consumidores.

Por isso, separamos o conceito de Love Brand e o que você pode fazer para se tornar uma marca amada pelo seu público.

Saiba Mais: O que é POP e como aplicar no seu negócio

Love Brand Marketing: o que é?

Basicamente, o Love Brand é uma empresa ou marca completamente amada pelo público e que consegue desenvolver laços emocionais e ir além da relação comercial entre empresas e clientes. A Love Brand representa as crenças e valores com os quais o público se identifica. Assim, ela vai muito mais além dos produtos, marca, empresa ou nome. 

Dependendo do nível de interação entre consumidor e empresa, o cliente pode passar a ignorar completamente a existência das marcas concorrentes e até defender a sua marca preferida com unhas e dentes. Contudo, o que desenvolverá esse sentimento no cliente é a gestão de marca, que também define o posicionamento e a imagem da empresa.

Com a gestão de marca bem feita, a imagem se consolida tanto no mercado como com o consumidor e o resultado é um cliente fiel. Apesar disso, não é somente a gestão de marca que vai fazer o cliente se apegar dessa forma. Existem diversos outros fatores que fazem a empresa se tornar uma Love Brand, e você irá conhecê-los no decorrer deste post.

Esse relacionamento não é algo que pode ser esquecido ou deixado de lado pela empresa nem sequer por um segundo. Ele deve ser nutrido de forma que o consumidor esteja sempre percebendo os impactos positivos dessa relação para sua vida. 

Saiba Mais: Live Commerce: o que é e porque está bombando?

Quais as vantagens do Love Brand?

Embora essa relação de amor entre as marcas e os clientes seja de benefício mútuo, as empresas se interessam mesmo em ter lucros e fazer negócios. Mas até nisso o Love Brand pode ser de extrema ajuda. Essa paixão dos consumidores pode fazer as vendas aumentar, a imagem da empresa melhorar, mais oportunidades surgirem e diversos outros benefícios. Veja alguns deles detalhadamente:

1. Mais lealdade a sua marca

Caso você se torne uma marca/empresa Love Brand, uma coisa que você não precisa se preocupar tanto é com os seus clientes sucumbindo à concorrência. Quando essa relação é firmada com o consumidor, é bastante difícil que as outras marcas consigam roubar sua clientela de você, pois independente dos preços dos produtos e serviços oferecidos, esse amor pela marca tende a prevalecer e a lealdade continuará. 

Então mesmo que a sua empresa cometa um ou outro erro considerado leve, será bastante difícil perder a lealdade do seu cliente. Além do mais, esse público fiel estará sempre prestando atenção nas novidades relacionadas a sua marca, acompanhando os lançamentos, publicações, novas parcerias e demonstrando o seu apoio.

2. Os clientes se apegam menos ao preço

Você provavelmente já ouviu o ditado que diz que o amor pode deixar as pessoas cegas, não é mesmo? Então, por quê não usar isso como uma vantagem para a sua empresa? Os clientes apaixonados por uma marca costumam relevar a maioria dos preços altos nos produtos ou serviços. Normalmente, eles acreditam que o sentimento causado pela relação entre eles e a marca mais amada faz o preço valer a pena.

Assim, as empresas Love Brands podem ousar um pouquinho mais no valor cobrado dos serviços e produtos disponibilizados, oferecendo um preço um pouco mais alto que seus concorrentes por terem essa segurança com o consumidor. 

3. Você ganha mais defensores da marca

Como é de se esperar, as pessoas que possuem suas fidelidades com as empresas e marcas Love Brand também passam a defendê-las e as mantêm protegidas, como verdadeiros fãs. Então, sempre que eles virem ou ouvirem alguém comentando e falando mal da marca eles se tornam seus embaixadores de defesa. 

Isso pode ser mais útil ainda caso a sua empresa esteja passando por um momento de crise de marca, por exemplo, onde a imagem dela não está no seu ponto alto e nem com os melhores comentários possíveis.

Essa defesa dos consumidores pode ajudar e ser essencial para preservar a imagem e diminuir o impacto negativo dessas críticas recebidas. 

4. Clientes também são promotores da sua marca

Love Brand

Imagem: Reporter Sombra

Essa lealdade dos clientes pode ir muito mais além da defesa da marca amada, e também pode transformar os consumidores em promotores da sua empresa, especialmente nas redes sociais e até na famosa promoção boca-a-boca.

Sempre que sair algo novo relacionado ao nome da sua empresa ou eles comprarem algum produto seu, eles irão comentar nas redes sociais, demonstrar como estão felizes, falar bem e coisas do tipo. E existe um marketing melhor que esse? O público quer ver a sua empresa Love Brand fazendo sucesso, então acaba ajudando conscientemente e até inconscientemente na divulgação e no seu crescimento. 

5. Mais talentos são atraídos para a empresa

Um outro ponto que pode ser de grande ajuda interna quando se é uma marca Love Brand é o interesse de profissionais de qualidade em querer trabalhar para você. Profissionais qualificados quase sempre buscam empresas bem vistas, bem-sucedidas e amadas pelo povo, especialmente se as ideias dos dois se alinharem.

Assim, os colaboradores que entram para essas empresas sempre chegam mais motivados e dispostos a entregar tudo de si pelo bem e sucesso maior do seu local de trabalho, aumentando muito mais sua produtividade. 

Saiba Mais: ActiveCampaign: O que é e como funciona

O que faz a sua marca ser amada?

Para saber o que faz uma marca se tornar Love Brand e ser amada no mercado e por seus seguidores, é preciso falarmos um pouco sobre a psicologia do consumo. É normal nós acharmos que estamos tomando decisões de compra totalmente racionais como consumidores.

Um processo que podemos seguir para isso é: vemos a necessidade, analisamos as opções disponíveis, comparamos os preços oferecidos, estudamos as avaliações para escolher a melhor opção, pesamos os prós e os contras de efetuarmos a compra e somente depois decidimos.

Contudo, a realidade pode não ser bem assim, e levamos mais em conta o lado emocional do que a necessidade de se comprar. 

Segundo um estudo do professor Gerald Zaltman da Universidade de Harvard, as decisões de compras são 95% tomadas pelo subconsciente. Isso fica mais claro se você parar para pensar e ver que as marcas que você mais utiliza e compra tem muito a ver e dizem bastante sobre a sua personalidade.

A decisão de compra de produtos e serviços dessas marcas que o cliente possui uma ligação acaba se tornando cada vez mais fáceis e emocionais.

É perceptível que existe uma espécie de escape inconsciente para o excesso de opções, que acaba sobrecarregando a mente e podendo até mesmo paralisar o consumidor.

É claro que as marcas, ao procurar formas de vender cada vez mais, provavelmente já sabem e estão por dentro de tudo isso que foi comentado nesse estudo. Assim, o Love Brand, ou apenas Branding, existe para poder explorar ao máximo toda essa relação de amor que o consumidor possui com a marca.  

Saiba Mais: O que é follow up e como fazer?

Como ser uma Love Brand?

Para conseguir que uma marca ou empresa chegue ao topo como Love Brand, é preciso seguir algumas estratégias. Separamos alguns caminhos que você pode seguir para facilitar a chegada da sua empresa ao topo. Veja a seguir:

1. Ter uma personalidade e marca bem definida

Não só para se tornar uma Love Brand, mas para fazer sucesso de qualquer forma, é preciso ter essa estrutura bem definida. E o planejamento estratégico é um principais passos para que seu negócio dê certo, se não for o mais importante. É preciso definir os valores, visão e missão, já que eles serão os responsáveis por guiar todas as estratégias que serão desenvolvidas para a empresa. 

As empresas precisam assumir certas personalidades da mesma forma que as pessoas. Outro estudo feito pela Harvard Business Review (HBR) fez um estudo que mostra que 64% dos consumidores entrevistados afirmaram que os valores que eles possuem em comum com as marcas acabam sendo a principal razão para eles manter a sua fidelidade à empresa.

Isso mostra a importância que a personalidade pode ter na hora de alcançar o seu cliente e manter as vendas.

2. Ter responsabilidade social

O público costuma ter mais proximidade com marcas e empresas que se envolvem em projetos sócio-ambientais e vão além de seu interesse financeiro. Por demonstrar esse lado de querer melhorar o mundo, o público acaba desenvolvendo essa conexão mais forte. Assim, a responsabilidade social deve ser uma das missões e dos principais valores da empresa.

Uma forma de fazer isso é ajudar de formas relacionadas ao nicho de sua empresa.

Se for uma marca do ramo alimentício, então você pode doar alimentos. Se for do ramo do entretenimento, você pode criar projetos que levam cultura as pessoas mais carentes ou projetos que separam dias do ano para levar crianças carentes em parques de diversões e cinemas, por exemplo.

Por isso, o uso da criatividade é importante quando se trata de ajudar a sociedade e conquistar o público.

3. Explorar os aspectos do marketing nostalgia

Love Brand

Se existe uma forma de vender bem é faze uso da boa e velha nostalgia, usando elementos, personagens, objetivos, programas e outras coisas de tempos passados para conquistar o seu público. Com isso, a memória afetiva e a nostalgia serão responsáveis por cuidar do resto do trabalho de conquista e venda.

O marketing de nostalgia apela para as emoções passadas e, provavelmente, as melhores das pessoas. Ao utilizar isso para vender, a marca traz de volta a inocência da infância e os sentimentos positivos com momentos engraçados e de diversão, fazendo elas esquecerem dos problemas da vida adulta.

O melhor é que isso não irá alcançar somente o público mais velho. As crianças também poderão ser um público-alvo, já que muito do marketing de nostalgia pode ter a ver com desenhos e brinquedos.

4. Ter lifestyle aspiracional

Quem disse que marcas e empresas não podem ter estilos de vida? Muito pelo contrário, é muito aconselhável que elas tenham e mostrem isso para o público, uma marca que faz isso muito bem com um estilo de vida focado na liberdade, é a Harley Davidson, e até a Apple, com uma forma e estilo considerados criativos e inovadores. 

Sempre que alguém compra um produto dessas empresas, elas estão querendo compartilhar com os outros justamente esses estilos de vida que elas adotaram. Então fazer com que sua marca tenha algo parecido é essencial no caminho do sucesso.

Esse tipo de venda pode ser chamada de Marketing Aspiracional, e funciona de maneira excelente e pode ser o caminho para o Brand Love.

5. Dê uma ótima excepcional ao cliente

Causar uma boa impressão é um ponto chave para prender o seu cliente. Então a experiência dele quando comprar algo ou solicitar algum serviço da sua empresa pode criar justamente essa ligação emocional que é o Love Brand.

Por exemplo: se você tem uma empresa aérea, procure disponibilizar os melhores atendimentos, melhores comidas e os melhores assentos que seu o cliente já teve na vida. Com isso, no futuro ele vai querer voar apenas com a sua empresa. 

6. Fique ligado nas tendências

Se manter sempre atualizado é o que forma uma Love Brand. Já ficar parado no tempo não irá causar nenhum tipo de conexão com seus clientes. Muito pelo contrário, isso só fará com que você seja esquecido.

É preciso saber o que o consumidor atual busca suprir essa demanda no mercado da melhor forma possível para manter a sua relevância. Pensa comigo: um cinema que exibe os filmes mais atuais e lançamentos provavelmente terá um movimento de público maior do que um cinema focado em conteúdos clássicos.

7. Utilize as redes sociais

Toda empresa acaba tendo comunidades construídas nas redes sociais, onde a preocupação não é apenas vender o seu produto ou serviço, mas sim mostrar o seu valor para o público.

Você pode enxergar essas empresas nas comunidades mais como amigas dos consumidores do que como uma marca que quer melhorar sua renda e número de clientes. 

Ao fazer isso, você também acaba conhecendo mais sobre o público que possui um interesse em você. Com isso pode acabar adquirindo um nicho de compradores que vale ouro, podendo até mesmo desenvolver produtos e serviços focados justamente para esses clientes.

Essa também é uma ótima maneira de conseguir feedbacks e saber o que você pode melhorar na sua empresa com base na opinião mais importante, a do cliente e admirador da marca.

Saiba Mais: O que é Close Friends no Instagram?

8. Tenha boa imagem na mídia

Ter uma boa assessoria de imprensa pode fazer com que a sua marca/empresa seja bem falada na mídia, afinal, nada causa mais boas impressões do que boas notícias, certo? Como resultado disso, a percepção e opinião pública a seu respeito poderão ser as melhores possíveis.

Além disso, uma assessoria de imprensa competente pode fazer com que os eventos de caridades que falamos acima, os lançamentos de produtos e serviços novos, crescimento da empresa e etc., sejam noticiados ao público da melhor forma possível. 

9. Atraia o fandom

Caso você não saiba, fandom é um grupo ou comunidade de fãs de algum determinado programa, livro, filme, série ou até empresa e marca. Normalmente são as pessoas que possuem mais amor pela marca e fazem o possível para demonstrar o seu apoio.

Mas além disso, os fandoms possuem costumes de se juntar com outros grupos e pessoas para criar teorias a respeito da marca, debater sobre assuntos do momentos, avaliar os novos lançamentos e etc. 

Ao invés de ter um fandom próprio, você também pode associar a sua marca a outras mais conhecidas e com fandoms que já estão mais desenvolvidos, por exemplo. Você pode conectar a sua marca a empresas como Netflix, Amazon, Globo, Disney, times de futebol, bandas e entre outras, tornando assim os fandoms deles e de seus programas, também os seus fandoms. 

10. Conecte a marca com outras coisas

Ainda fazendo ligação com o tópico acima, você também pode conectar a sua marca a outras de uma forma um pouco diferente: através do patrocínio. Uma forma é patrocinar sua marca em esportes, por exemplo, bandas de música, movimentos sociais e até programas de TV. 

Um estudo feito pela True North Research mostra que quanto maior for a conexão com a torcida com seu time de coração, maior também será essa conexão com as marcas patrocinadoras.

Então, mesmo que você precise desembolsar uma boa quantia em dinheiro para o patrocínio, o seu retorno financeiro e de clientes poderá ser ainda maior, facilitando o seu caminho para se tornar uma Love Brand.

11. Use os influenciadores digitais

Os influenciadores digitais possuem uma gigantesca base de fãs nas redes sociais. Então, por que não usar isso ao seu favor? Você pode associar a sua marca a essas pessoas que são adoradas pela internet, consequentemente aumentar a credibilidade e a imagem positiva sobre a sua empresa. Criadores de conteúdo para Instagram, YouTube, Tik Tok e outras redes sociais são as celebridades da atualidade. 

Ao fazer parcerias com um influenciador digital, também vem a capacidade de moldar hábitos de consumo e comportamentos, pois eles ganham a confiança de seus seguidores na internet.

12. Promova a advocacia de colaboradores

Uma outra coisa que destaca as empresas Love Brand é o costume de trabalhar a parte interna da empresa. Foi comprovado por um estudo feito pela Glassdoor que quando os colaboradores estão mais motivados e felizes, a sua produtividade aumenta e os clientes ficam mais satisfeitos com o trabalho entregue. 

Além do mais, os funcionários que estão felizes e amam a empresa em que estão empregados, também se mostram mais propensos a defender a marca quando necessário.

Então, caso você queira mais e mais sucesso, você não deve focar apenas nos clientes, mas também nos seus funcionários, pois são eles os responsáveis por fazer a empresa funcionar.

13. Tenha boas estruturas nas estratégias de Marketing

Suas ações precisam ser sempre condizentes com os valores definidos pela empresa, afinal, do que adianta ter uma estratégia de marketing definida de maneira perfeita se na prática tudo estiver sendo feito de forma contrária?

Se a sua marca busca expressar a liberdade, então as propagandas e o ambiente de trabalho não podem passar uma mensagem séria e travada, por exemplo.

Adotar ações de vendas baseadas na insistência utilizando formas invasivas, somente irá distanciar o caminho para se tornar uma Love Brand.

Saiba Mais: Klickpages: o que é e como funciona

Como mensurar o amor que a sua marca recebe?

Agora que você já sabe o que é uma Love Brand, separamos duas sugestões de métricas para te ajudar a medir se a sua empresa está no caminho certo para se tornar uma Love Brand.

1. Engajamento x Sentimento

Essa métrica consiste basicamente em ficar atento através das redes sociais. Assim você pode saber o que estão falando sobre a sua marca e quais são os sentimentos e reações utilizados pelo público e que estão associados ao seu nome.

Caso você faça isso corretamente, poderá identificar se as menções feitas são positivas, neutras ou negativas. Ao cruzar a taxa de engajamento da sua marca, ou seja, dividir o engajamento total pelas menções nas redes sociais, você terá um termômetro de como está indo.  

2. Share of Heart

Esse é um indicador que vai mostrar a porcentagem do mercado que realmente ama a sua marca. Para que você consiga obter esse resultado, será preciso realizar uma pesquisa com os consumidores, onde você vai montar uma lista com diversas marcas, de preferência que atuam no mesmo nicho que o seu, e perguntar qual o cliente mais gosta.

Além de mostrar as marcas mais amadas, os resultados também darão uma base para saber o envolvimento afetivo que essas empresas possuem nos consumidores.

Você também pode usar o resultados para ficar de olho na concorrência e analisar o que eles estão fazendo de forma certa e errada para repetir (ou não) na sua empresa.

Vale ressaltar que todo o caminho para se tornar uma Love Band é árduo e longo. Então, não fique esperando resultados da noite para o dia, pois eles podem demorar meses e até anos para começar a aparecer. Por isso, a paciência será essencial em todo esse processo. 

Saiba Mais: O que é NFT e como funciona?

Continua depois da publicidade

Tags:

Ubersuggest: o que é e como usar?

Ubersuggest: o que é e como usar?

O Ubersuggest é uma das melhores ferramentas para os profissionais que desejam colocar os seus conteúdos nas primeiras posições dos maiores buscadores do mundo, como o Google. Isso porque ela apresenta dados que ajudam a entender quais são as melhores estratégias para...

O que é PLR marketing digital?

O que é PLR marketing digital?

Se você está querendo descobrir o que é PLR marketing digital, chegou ao lugar certo. A partir de agora, oferecemos um conteúdo completo com as principais informações sobre o tema, como: conceito, características, vantagens, desvantagens, entre outros. Este artigo é...

Conta Simples PJ: Como abrir uma conta para sua empresa

Conta Simples PJ: Como abrir uma conta para sua empresa

Se você chegou até este post, provavelmente está com dúvidas sobre como abrir uma Conta Simples PJ. Aqui, vamos mostrar um passo a passo para que você aprenda como abrir uma conta. Além disso, você saberá quais são as particularidades dessa conta, se ela é confiável,...

Como ter reputação verde no Mercado Livre

Como ter reputação verde no Mercado Livre

De acordo com a pesquisa feita pela consultoria Economática em abril de 2021, o Grupo Mercado Livre é a segunda maior empresa da América Latina, com valor de US$ 80 bilhões. O e-commerce só perde para a mineradora brasileira Vale, que tem o valor de US$ 103,8 bilhões....

Os 7 melhores marketplaces para vender online

Os 7 melhores marketplaces para vender online

Este artigo não é apenas aquelas famosas listas com os melhores marketplaces no Brasil para vender online. Vamos mostrar quais são as alternativas mais indicadas do mercado, destacando as suas principais características, quais são as vantagens para o empreendedor e...

Como fazer um ebook no Canva Online?

Como fazer um ebook no Canva Online?

A tarefa de criar um ebook pode parecer bem complexa, mas não é. Nós vamos te ajudar com algumas dicas para facilitar o seu trabalho e te ensinar como fazer um ebook no Canva Online. É importante que ele ofereça conteúdo de qualidade e, ao mesmo tempo, seja atrativo...

Como abrir uma casa lotérica?

Como abrir uma casa lotérica?

Se você está em busca de abrir o seu próprio negócio, talvez uma das melhores opções no mercado seja investir em uma casa lotérica. Esse é um negócio que pode ser considerado simples de administrar. Existem duas formas de você conseguir comandar uma casa lotérica: a...

Como ser um consultor de Marketing Digital?

Como ser um consultor de Marketing Digital?

Com o aumento da necessidade de uma presença mais forte das empresas na internet, o papel do consultor de marketing digital está se tornando cada vez mais relevante. E isso tem gerado uma grande oportunidade de negócio no mercado digital, pois para se tornar um...

Como criar um cartão de visita online?

Como criar um cartão de visita online?

Se você está planejando criar o seu próprio negócio ou empresa, é muito importante ter um cartão de visita online. Com ele, você terá mais uma forma de contato com os seus clientes. O cartão de visita pode parecer algo meio ultrapassado para alguns. Contudo, na forma...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Continua depois da publicidade

Pin It on Pinterest