Google e os dados sobre o e-commerce no Brasil.

por | jun 17, 2011 | Google | 4 Comentários

Eu tenho uma relação de amor e ódio com dados. Ao mesmo tempo que penso que eles são extremamente úteis, em algumas situações não dizem nada. Porém, sempre é bom ficar atento aos números, especialmente do e-commerce e do mercado online, afinal, é onde eu trabalho e procuro aprender e melhorar todos os dias.

No dia 15 de junho a Google promoveu uma palestra online sobre suas ferramentas e novidades no mercado de anúncios. Eu não tive a oportunidade de assistir, mas o querido Emerson Vendruscolo, do Compra3, compartilhou os slides da apresentação comigo.

Além das novas ferramentas de publicidade, a empresa apresentou vários dados muito interessantes sobre o varejo online no Brasil, consumidores, uso das redes sociais no e-commerce e perfil do cliente.

Ministrada por Alessandra Levy, gerente de novos negócios Google, a palestra “Pense com o Google e faça a cabeça do seu cliente” começou abordando o mercado online. Em seguida, dados sobre o novo perfil do cliente, concorrência, objetivos de ferramentas de anúncios, soluções para empresas aparecerem mais e, por fim, algumas tendências.

Dados

A seguir, você encontra alguns dados da apresentação que ajudam a entender um pouco melhor o cenário atual do e-commerce no Brasil.

  • O e-commerce no Brasil cresceu 40% em 2010;
  • As vendas foram acima de R$14 bilhões;
  • Hoje temos mais de 23 milhões de e-consumidores;
  • Até 2013, a previsão é que o e-commerce fature R$31.210 mi;
  • As categorias de eletrodomésticos, jogos e brinquedos, móveis e utensílios domésticos, cosméticos, alimentos, vestuário e eletrônicos tem crescimento no faturamento estimado, até 2013, na faixa dos 99% até 151%;
  • O varejo online está crescendo 4 vezes mais rápido que o offline;

Sobre o perfil dos consumidores online no Brasil:

  • 53% se sentem desapontados quando suas lojas preferidas não vendem pela internet (GS&MD);
  • As receitas provenientes de compradores offline aumentaram 200% entre os usuários expostos a anúncios na busca vs. os que não foram expostos (Harvard Business Review)

No que diz respeito à concorrência no mercado online:

  • A internet é o meio que mais cresce em investimentos publicitários no Brasil;
  • O crescimento representa 7 vezes, contra a média de apenas 1 vez de outros meios;
  • O investimento em publicidade online cresceu 715% entre 2005 e 2010;
  • Brasileiros gastam 30% do tempo online, mas os anunciantes investem apenas 4,6% do orçamento publicitário total na web;

Sobre o mundo das buscas, onde o Google é a principal autoridade no assunto, os dados são muito interessantes.

  • No Brasil são realizadas 5,9 bilhões de buscas por mês.
  • Depois do uso do email, usar buscadores é a principal atividade do brasileiro;
  • As categorias de produtos de beleza, roupas e acessórios e eletromésticos, cresceram 54%, 50% e 40%, respectivamente, no interesse nas buscas nos últimos 12 meses,
  • O Google é o líder do mercado de buscadores com 91,5% de share no Brasil;
  • O Google é o site que mais gera tráfego para sites de varejo, seguido do Orkut e Windows Live Mail.

Sobre o assunto do momento, mídias sociais, o Google apresentou seus dados:

  • O usuário do Orkut acessa sua conta diariamente e por mais que o dobro de tempo que seus concorrentes;
  • O usuário do Orkut permanece, em média, por 8,5 minutos no site, contra 3,8 no Facebook, 2,8 no Twitter e 4,6 no Linkedin;
  • A audiência do Orkut é composta por 48% de usuários do sexo masculino, 52% do sexo feminino;
  • Sobre o YouTube, mais de 60% dos –e-consumidores procuram por comerciais relacionados ao produto que desejam comprar.

A partir destes dados, é possível ter um panorama da situação do varejo online no Brasil, bem como a visualização de um cenário próximo. Sem dúvida, o e-commerce vem crescendo de forma indiscutível ano a ano. Por isso, ficar atento às oportunidades e tendências é fundamental.

Continua depois da publicidade

Entidades: Facebook | Google | Linkedin | Youtube

Meu Negócio Google: 6 formas de gerar mais visibilidade

Meu Negócio Google: 6 formas de gerar mais visibilidade

O Meu Negócio Google é uma ótima ferramenta para ajudar na localização da sua empresa, receber avaliações de consumidores, compartilhar fotos de produtos e novidades sobre a marca, aumentar o alcance da organização, entre outros benefícios. Neste artigo, além de...

Como funciona o Google?

Como funciona o Google?

Você já deve ter se perguntado como funciona o Google? Parece simples, mas não é. Inicialmente, o Google rastreia a internet para identificar novas páginas que podem ser adicionadas em seu buscador. Depois, ele indexa esses conteúdos para entender quais são os...

Como achar jogos escondidos do Google?

Como achar jogos escondidos do Google?

O Google possui diversas funcionalidades como o Google Earth, Google Maps, Google Translate e diversas outras. Mas você sabia que também existem jogos disponíveis? Exatamente, e neste post vamos te ensinar como encontrar jogos escondidos do Google. Acredite, alguns...

Como usar o Google Classroom?

Como usar o Google Classroom?

Saber como usar o Google Classroom é uma das formas de lidar com as dificuldades impostas pela pandemia. As instituições de ensino precisaram recorrer a outras formas de educação caso quisessem continuar com o seu ano letivo em andamento. Muitos locais utilizaram suas...

Google Meu Negócio: o que é e 4 motivos para começar a usar

Google Meu Negócio: o que é e 4 motivos para começar a usar

Você com certeza já utilizou o Google para procurar mais informações sobre alguma loja ou empresa em que estava interessado, não é mesmo? Seja para encontrar o telefone ou até mesmo o endereço de algum estabelecimento, é comum recorrermos ao buscador para isso. Por...

Por que você deve começar a usar o Google AMP AGORA

Você já ouviu falar do Google AMP? AMP é a sigla para Accelerated Mobile Pages e este é um dos recursos mais importantes do Google para sites que desejam um carregamento mais rápido e um melhor ranqueamento no portal de buscas quando o assunto é mobile. O mobile...

4 Comentários

  1. agvedotti

    Olá, belo artigo. Gostaria de saber a fonte dos dados. Muito obrigado.

    Responder
    • Camila Camargo

      Oi Agvedotti.

      Como é um seminário do Google, acho que no artigo deve ter as fontes, mas acredito que elas foram informadas também no dia da apresentação.

      Bjos

      Responder
  2. agvedotti

    Olá, belo artigo. Gostaria de saber a fonte dos dados. Muito obrigado.

    Responder
    • Camila Camargo

      Oi Agvedotti.

      Como é um seminário do Google, acho que no artigo deve ter as fontes, mas acredito que elas foram informadas também no dia da apresentação.

      Bjos

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Continua depois da publicidade

Pin It on Pinterest