Currículo simples: as 6 melhores dicas para criar o seu

por | abr 14, 2022 | Notícias | 0 Comentários


Um currículo simples é a chave do sucesso de quem está em busca de um emprego. Estamos em um cenário em que a concorrência por vagas de emprego está cada vez mais acirrada, o que faz com que nós tenhamos que nos destacar ainda mais através do currículo.

Logo, escrever um bom currículo é necessário, mas essa tarefa pode ser um tanto desafiadora para aqueles que não sabem exatamente quais são as informações verdadeiramente relevantes para inserir. Pensando nisso, nós fizemos um artigo especial para você, recheado de dicas.

Hoje você aprenderá a criar currículo simples, mas que será capaz de impressionar o seu futuro empregador e aumentar as suas chances de se destacar entre os demais concorrentes e garantir a tão sonhada vaga de emprego.

Para te ajudar ainda mais, também iremos te dar algumas opções de modelos de currículos prontos, para que você possa apenas preencher e fazer as alterações necessárias de acordo com os truques que lhe contaremos.

Currículo Simples: Estrutura

Você deve estar se perguntando: o que é necessário para criar meu currículo perfeito? Saiba que criar um currículo básico já é o suficiente, vamos fazer uma espécie de guia para você criar esse currículo e obter sucesso.


Antes de mais nada, é preciso ter em mente qual é a ordem correta para apresentar as suas informações dentro do currículo. A organização tem um motivo e vai fazer diferença no resultado final. Veja só como deve ser a estrutura do currículo:

  • Dados pessoais;
  • Objetivo;
  • Qualificações;
  • Formação;
  • Idiomas;
  • Experiências profissionais;
  • Atividade extra curricular.

Agora vamos às dicas que irão fazer a diferença em seu currículo!

Currículo Simples: Dicas

1. Dê prioridade a informações essenciais

Em qualquer currículo, é necessário inserir as informações básicas sobre seu conhecimento, escolaridade, sua experiência e cursos que já tenha feito. Apesar de ser informações diferenciais e de extrema importância, saiba que os recrutadores também prezam pela honestidade. Portanto, não minta para tentar fazer com que seu currículo pareça mais interessante.

Para construir uma boa imagem, você não precisa de nada extravagante ou fora da curva, apenas seja você mesmo e seja honesto ao preencher suas informações profissionais.

Agora que já sabemos a ordem correta em que seu currículo deve ser feito, vamos aprender o que devemos colocar, de fato, em cada um dos tópicos e como se destacar da concorrência e sair na frente.


Dados Pessoais

Em dados pessoais, ainda que pareça fácil preencher, é preciso ter cautela para não pecar pelo excesso de informações. Basicamente, aqui é o espaço em que você irá se apresentar, fornecer alguns dados pessoais básicos e meios para que a empresa possa entrar em contato com você futuramente. Veja:

  • Nome completo;
  • Endereço: Insira apenas o nome do seu bairro, cidade e Estado. Evite colocar CEP e o seu endereço completo (com o número da casa ou apartamento), por questões de segurança, caso o seu currículo seja exposto a alguém com outras intenções não profissionais;
  • Telefone: Tanto telefone residencial, quanto o número do seu celular e não se esqueça de inserir o DDD;
  • E-mail: Não é uma regra, mas se você possui um e-mail difícil, com gírias ou apelidos, opte por fazer outro e-mail com um usuário mais simples e com um perfil profissional. Assim, você poderá usá-lo apenas profissionalmente e passará uma imagem mais séria e de compromisso com o trabalho;
  • Perfil em rede social: A única rede social que recomendamos em um currículo é o link do seu perfil no LinkedIn. Lá, estarão reunidas todas as suas informações. Portanto, caso o empregador queira saber mais sobre você e sua vida profissional, ele poderá visitar o seu perfil;
  • Estado Civil: Pode ser interessante inserir o seu estado civil, pois algumas empresas pedem esse tipo de informação para determinadas vagas.

Objetivo

Qual é a área de seu interesse? É essa a principal pergunta a ser respondida neste tópico. Você tem que ter em mente a sua carreira, aquilo que você está almejando ou com a qual tem mais afinidade. O objetivo é o GPS do seu currículo, então seja assertivo naquilo que você está buscando. Dessa forma, as chances de ser encaminhado para um processo seletivo aumentam consideravelmente.

A ideia não é fazer uma carta e descrever os seus objetivos, desejos e planos a longo prazo, muito pelo contrário. Aqui, você deverá ser direto e sucinto, dispensando textos longos ou com muita riqueza de detalhes.

Caso você esteja em busca do seu primeiro emprego, não precisa necessariamente colocar em seu currículo: “Estou em busca do meu primeiro emprego”. Esse tipo de informação pode ser interessante para currículos de jovem aprendiz, mas se não for esse o caso, é melhor ser direto e informar a sua área de interesse.

Outro ponto a ser levado em consideração na hora de se candidatar a uma vaga de emprego é escolher uma vaga com o qual você tenha afinidade e habilidade. Seja sincero com a empresa e com você mesmo.


Suponhamos que você seja alguém que não tenha experiência com atendimento ao público: não adianta mentir e dizer o contrário pois na hora da prática você vai precisar dessas habilidades para ser um bom profissional e seu empregador vai exigir isso de você.

Logo, escolha uma área de interesse que você realmente queira e goste. Agora vamos imaginar que você gosta e se dá bem na área administrativa. Vamos supor que você esteja se candidatando para uma vaga de assistente administrativo. Você poderá montar o seu objetivo da seguinte forma:

“Pretendo atuar na área administrativa, aperfeiçoar minhas habilidades e enriquecer minha experiência profissional, contribuindo para o crescimento da empresa.”

Esse é um exemplo de como você pode apresentar o seu interesse e ir direto ao ponto na hora de escrever o seu objetivo na empresa em questão. O grande truque é ser breve e usar a simplicidade a seu favor.

Você pode ainda, colocar mais de uma área de interesse, desde que elas estejam relacionadas. Como por exemplo: marketing e vendas ou coaching e treinamento. Mas, se você tem experiência em áreas muito distintas, faça um currículo específico para cada uma delas, para que seu currículo não fique confuso ou muito subjetivo.


Uma dica que merece destaque é não confundir as informações e colocar área de interesse e o nome da vaga para qual deseja concorrer juntos. Se você vai entregar o seu currículo em algum lugar, mas não sabe exatamente para qual cargo, coloque a área de interesse.

Já se você está prestes a entregar o seu currículo para uma vaga específica, é interessante editar o seu currículo e mudar a área de interesse para o nome da vaga. É uma dica simples mas que também irá fazer a diferença.

Qualificações

A qualificação dentro do currículo nada mais é do que um resumo de suas principais experiências e competências profissionais. Logo, isso lhe dará vantagem na hora que o seu currículo passar pela triagem do RH, já que é onde você irá entregar logo de início as suas experiências e competências profissionais.

As competências podem ser divididas em dois tipos: As “hard skills”, que são as competências técnicas e as “soft skills” que são as competências comportamentais. Elas são responsáveis por evidenciar e fortalecer as suas experiências. Veja um exemplo a seguir de como resumir suas experiências dentro de qualificações.

Para fazer a conta de quanto tempo de experiência você possui, você pega desde o seu primeiro dia de trabalho até o momento atual.


Vamos partir da ideia de que você é um profissional da área de administração que possui experiência na área financeira de vendas. Mas antes, uma observação importante é fazer o seu currículo dividido em tópicos para deixar a leitura mais dinâmica e mais interessante. Logo, ficaria da seguinte maneira:

Exemplo de Qualificações (Experiências Profissionais e competências)

– Profissional com 5 anos de experiência de mercado, focado em Administração e Vendas;
– Experiência com rotina administrativa e financeira;
– Prospecção de clientes;
– Elaboração de relatórios gerenciais e reporte a diretoria;
– Organização de fluxo de caixa, relatórios financeiros e emissão de notas fiscais;
– Atendimento à pessoa física e jurídica;
– Planejamento estratégico para construção de metas;
– Conhecimentos nos sistemas Pacote Office (Word, Excel, Power Point), MS Project e Internet;
– Capacidade analítica, planejamento estratégico, iniciativa, relacionamento interpessoal e trabalho em equipe.

A apresentação deve ser estritamente profissional, resumida e simples de modo a chamar a atenção do recrutador.. Não é lugar de colocar qualidades, autoelogio ou pedido de ajuda, por exemplo.

Formação

Em formação, você pode inserir as seguintes informações:

  • Ensino fundamental,
  • Ensino médio,
  • Ensino técnico,
  • Graduação,
  • Certificações;
  • Extensão superior.

Não necessariamente você irá colocar toda a sua trajetória acadêmica, apenas as mais recentes e de maneira decrescente. Por exemplo: caso você possua mestrado, pós-graduação ou graduação, não há necessidade em colocar ensino médio e fundamental, você deve focar na graduação superior.


Se possui o ensino médio, não é necessário inserir o ensino fundamental. Já se você possui graduação e também um curso técnico relevante para a vaga ou área, você pode colocar ambos.

Já se não possui ensino superior, mas tem um curso técnico, você pode colocar o ensino médio e o curso técnico. Caso ainda não tenha concluído um curso, você pode colocar mas deve informar a data prevista para sua conclusão.

Exemplo: Ensino médio pelo Colégio Projeção, em 2020 | Curso técnico em enfermagem – Colégio Integral Inaci – Conclusão prevista para novembro de 2022

Idiomas

É inegável que um curso de idioma dá aquele “Up” no seu currículo, esse é mais um diferencial que pode fazer com que você fique à frente dos seus concorrentes. Portanto, caso você seja fluente em algum idioma, especifique o idioma e qual o seu nível, como avançado, intermediário ou básico.

Se em sua vida acadêmica você tiver feito um intercâmbio, vale informar o nome da instituição juntamente com a data em que você estudou no exterior.


Porém, não minta para tentar se sobressair sobre os outros candidatos, os seus conhecimentos serão testados na hora da sua entrevista de emprego e isso pode colocar em risco as suas chances de ser selecionado para a vaga e até manchar sua imagem.

Experiências Profissionais

A estrutura das experiências profissionais deve ser da seguinte forma:

  • Nome da empresa;
  • Período;
  • Cargo;
  • Funções;
  • Resultados obtidos.

É importante compartilhar quais foram as suas funções, mas também é de extrema valia contar quais foram os resultados obtidos, como sua contribuição dentro daquela função foi importante para a empresa.

Funções: Aquilo que você foi contratado para executar no cargo, como competência e responsabilidade.

Resultados vão mais além: são atitudes que você teve por conta própria que levaram a uma oportunidade de melhoria, como redução de custo e aumento de vendas, por exemplo.


Caso seu currículo seja para buscar o primeiro emprego e você ainda não possui experiência profissional, você pode trocar esse tópico por “Informações adicionais” e explorar colocando missões honrosas que você tenha realizado em escola, premiações que ganhou, trabalho voluntário que fez, bicos em cargos temporários, entre outras coisas.

Saiba Mais: Currículo para primeiro emprego: como fazer o seu online?

Cursos e atividade extra curricular

Procure focar nos cursos que tenham ligação com a área ou vaga que você almeja. Em atividades extracurriculares, você também pode mencionar trabalhos voluntários ou qualquer outra atividade que tenha exigido competências de você.

2. Revise a ortografia

Erro de ortografia no currículo é um dos motivos que mais elimina candidatos durante os processos seletivos. Palavras grafadas incorretamente, falta de pontuação, falta de coesão e coerência. Tudo isso é avaliado juntamente com o conteúdo do currículo. Logo, não adianta seu currículo ser repleto de informações mas com erros ortográficos.

Para evitar esse tipo de erro fatal, que pode te eliminar por muito pouco, revise o seu texto antes de enviar, mais de uma vez. Use as ferramentas que o Google Drive e o Word oferecem automaticamente, eles são capazes de destacar seus erros de ortografia e gramaticais.


Se possível, peça ajuda de outra pessoa que tenha conhecimento mais aprofundado da língua portuguesa e possua boa escrita. Assim, ela poderá te ajudar a corrigir erros e aumentar suas chances de ser selecionada para uma entrevista de emprego.

3. Formatação

A formatação do seu currículo também deve estar adequada do início ao fim. Quanto às fontes que podem ser utilizadas, as mais tradicionais são: Arial, Times New Roman ou Verdana.

Essas são fontes que facilitam a leitura e deixam o texto em um formato padrão. O tamanho indicado é de 12 para o corpo do texto e 14 ou 16 para títulos ou subtítulos. A cor deve ser a cor automática do editor de texto em questão.

Em relação ao design no currículo, prefira aqueles que possuem um layout mais simples e limpo. Para algumas profissões, como design e áreas correlatas, pode ser interessante caprichar um pouco mais no layout, fazendo um currículo inovador. Mas, se não for esse o seu caso, prefira a simplicidade dos modelos clássicos.

4. Não coloque foto

Uma dúvida muito recorrente das pessoas é: colocar foto ou não? Nos dias atuais, essa é uma prática que está ultrapassada e não é mais uma obrigatoriedade do candidato, a não ser que a vaga para a qual você deseja se candidatar, peça expressamente o anexo de uma fotografia.


E se esse for o caso, tenha muito cuidado com a foto que irá eleger para te representar em seu currículo. Nada de fotos descontraídas em festas ou com bebidas, por exemplo. Essa é uma imagem que deve transmitir o seu profissionalismo. Portanto, prefira uma foto em fundo branco, com boa resolução e que seja mais formal. O tamanho deve ser 3×4.

Há algumas ferramentas que podem te ajudar a tirar o fundo de uma imagem, se necessário. O Canva é uma dessas ferramentas, onde você pode tirar o fundo de uma imagem e ainda personalizá-la.

5. Saiba compensar a falta de experiência

Se o seu objetivo é o primeiro emprego ou em seu currículo não há muita experiência, você deve enriquecê-lo na parte das qualificações e cursos, que explicamos anteriormente. Além de tudo aquilo, você pode ainda inserir workshops que tenha participado, treinamentos e inserir outras habilidades. Apenas cuidado com exageros.

6. Não coloque pretensão salarial

A grande maioria das vagas já apresentam em seu anúncio o salário a ser pago para aquela vaga. Por isso, é uma dica de outro não colocar pretensão salarial em seu currículo, pois se você fizer uma exigência desproporcional, há grandes chances do seu currículo ser descartado.

Só coloque se for uma exigência da empresa, do contrário, esqueça!


Saiba Mais: Como fazer currículo pelo celular

5 Erros comuns em currículos

Erros de português

Como mencionamos, revise quantas vezes for necessário para não correr esse risco que acaba por eliminar milhares de candidatos diariamente.

Objetivo longo

Já deu pra entender que o objetivo deve ser literalmente objetivo. Não faça textos longos, não faça textos muito pessoais (como inserir os seus planos futuros). Vá direto ao ponto e deixe claro o que você almeja.

Informações inverídicas

Mais uma vez batendo nessa tecla. Uma empresa busca por uma pessoa idônea, em quem ela possa confiar. Desse modo, se você coloca informações falsas no currículo mas na hora da entrevista não consegue demonstrar tal competência, suas chances caem quase para zero de conseguir aquela vaga. Não tenha medo de ser sincero.

Informações Pessoais em excesso

Não coloque documentos ou informações como CPF, RG ou carteira de trabalho, por exemplo. Só é interessante acrescentar uma documentação quando essa se tratar de registro profissional, como a carteira da OAB.


Também não coloque hobbies ou informações do tipo, elas são desnecessárias e demonstram falta de profissionalismo na escrita do currículo.

Escrever Curriculum Vitae no título

É dispensável colocar qualquer coisa no cabeçalho do currículo. A única coisa que deve ganhar destaque é o seu nome com seus dados.

Modelos de currículo

Confira agora alguns modelos de currículos prontos e lugares que você pode encontrá-los para download e edição.

Currículo Simples Word

No próprio Word, você encontra modelos de currículo para editar com as suas informações. Ao abrir o programa, vá em “Novo”, em seguida em “Currículos e Cartas de Apresentação” e depois é só escolher o modelo que te agrada.

curriculo simples
curriculo simples

Também é possível acessar esses modelos pelo site da Microsoft.


Currículo pronto para editar

Um currículo simples, de apenas uma página te esperando para ser preenchido.

Currículo Simples Online

Por fim, o site Canva também disponibiliza vários modelos de currículo online gratuitamente. Basta escolher o seu modelo preferido de currículo profissional e editar.

Curriculo simples

Saiba Mais: Modelo de currículo: 9 modelos prontos para usar


Entidades: Canva | Google | Linkedin

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.