Como funciona o pagamento mínimo do cartão de crédito?

por | set 21, 2021 | Cartões de de Crédito | 0 Comentários

Está sem dinheiro para quitar sua fatura?

Veja como funciona o pagamento mínimo do cartão de crédito e entenda se vale a pena a pena recorrer a esta opção.  

O cartão de crédito pode ser um grande aliado para suas finanças.

Se usado de forma consciente, ele possibilita o parcelamento de suas compras para pagamento nos próximos meses seguintes.

Mas é preciso ter cautela e planejamento, pois isso pode se tornar um transtorno.

Os juros que incidem sobre o cartão de crédito são um dos mais altos do mercado.

Por isso, é necessário estar atento aos seus gastos para não vir a sofrer com um acúmulo de dívidas futuras e não perder o controle de suas finanças.  

Saiba Mais: Como pagar boletos com cartão de crédito?

Para entender como funciona, confira o significado de alguns termos e como funciona a incidência de juros neste tipo de transação.

Como funciona o pagamento mínimo do cartão de crédito: Crédito Rotativo

Quando você não conseguir pagar o valor total da fatura do seu cartão de crédito, você poderá pagar somente o valor mínimo ou um valor abaixo do total devido, e deixar o restante para a fatura do mês seguinte. 

Desse modo, inicia-se o uso do crédito rotativo. 

O crédito rotativo é um empréstimo pessoal de curto prazo (30 dias), que pode ter como objetivo o pagamento da sua conta do cartão.

Sua principal finalidade é não deixar o seu nome ser negativado pelo não-pagamento da sua fatura e evitar o bloqueio do seu cartão.

Este tipo de crédito também pode ser utilizado para efetuar saques em dinheiro com cartão de crédito.

Não é muito comum, mas é possível.

Porém, você precisa atentar-se aos riscos que isso pode acarretar futuramente, como juros altos.

O crédito rotativo divide-se em duas categorias, quais são: rotativo regular e rotativo não-regular:

Rotativo regular

Quando o valor da fatura paga está entre o valor mínimo estipulado ou um valor intermediário, temos na prática, o rotativo regular.

As porcentagens de juros são altas e podem variar entre as empresas credoras. 

Rotativo não-regular

Quando o consumidor não realiza nenhum tipo de pagamento, ele automaticamente entra no rotativo não-regular e começa a acumular juros sobre juros.  

Também é um empréstimo.

Neste caso, é menos vantajoso com relação ao regular e ainda poderá levar o seu nome a constar na lista de inadimplentes.

Vale ressaltar que o crédito rotativo pode ser usado de forma constante.

Mas atenção: a taxa de juros neste tipo de transação varia em média de 13% ao mês podendo chegar a mais de 300% ao ano.

Veja a seguir como funciona. 

Como funciona o pagamento mínimo do cartão de crédito: Juros do crédito rotativo

São as taxas de juros que irão incidir sobre o valor restante da sua fatura.

Vamos supor que você tenha uma fatura no valor total de R$1.000,00 e que não tenha dinheiro para quitar.

Na própria fatura, virá expresso o valor mínimo para o pagamento da mesma. 

Você pode efetuar apenas o pagamento do mínimo, que pode variar em torno de 15% do valor total.

É válido ressaltar que esta porcentagem pode variar entre as operadoras de créditos. 

A partir de 2011, o Banco Central fez algumas alterações nas normas dos cartões e passou a não limitar essa porcentagem.

Dessa forma, cada operadora calcula de acordo com o perfil do consumidor. 

Por isso, antes de aderir ao pagamento mínimo, esteja atento a todas as informações constantes em sua fatura.

Nela constará a taxa de juros que será aplicada.

Sendo assim, você poderá avaliar melhor se vale a pena aderir a esta opção. 

Para auxiliar os consumidores com relação ao cartão de crédito, existe uma cartilha do Banco Central com todas as informações necessárias para que você faça bom uso dessa ferramenta.

Vamos a nossa simulação para entendermos como funciona na prática:

Valor total da fatura: R$1.000,00
Valor mínimo para pagamento: 15% ou seja, R$150,00
Juros do rotativo: 15% a.m.
Valor restante para próxima fatura: R$850,00

Neste caso, os juros irão incidir sobre o restante (R$850,00).

Além dos juros rotativos, também incidirão nesta operação: IOF (Impostos sobre operações financeiras) mensal de 0,38% e IOF diário de 0,0082% (valores fictícios).

Vamos calcular sobre o IOF mensal de 0,38% e o IOF diário de 0,0082%.

Dessa forma, teremos:

Juros sobre o rotativo: 850,00 x (1+0,15) = R$977,50 (ou seja, R$127,50 de juros)
IOF mensal: 850,00 x 0,0038 = R$3,23
IOF diário para 30 dias = 850,00 x 0,000082 x 30 = R$2,09

Valor a ser pago na próxima fatura: R$977,50 + R$127,50 + R$3,23 + R$2,09 = R$1.110,32

Ou seja, ao efetuar o pagamento mínimo, em um mês você acumulará um prejuízo de R$260,32. 

Mas, você ainda conta com outras opções de pagamento.

Uma delas já vem obrigatoriamente descrita na fatura, que trata do parcelamento de sua dívida total. 

Em regra geral, caso você não tenha condições para quitar a dívida antes de efetuar o pagamento mínimo, verifique se no próximo mês você terá condições de pagar o valor na íntegra.

Caso contrário, analise se o parcelamento da dívida não cabe melhor em seu bolso. 

Os juros que incidem sobre o parcelamento são fixos e as taxas são menores.

O problema neste caso, é que o seu limite fica bloqueado e conforme você vai realizando os pagamentos, ele vai gradativamente sendo liberado. 

Além desta opção, você também poderá pagar um valor intermediário, que esteja acima do valor mínimo estipulado e abaixo do valor total.

Dessa forma, você conseguirá diminuir a incidência de juros. 

É importante estar atento à sua fatura.

Nela estarão constando todas essas informações, inclusive as taxas com juros aplicadas para cada uma das alternativas de pagamento.

Faça as contas e veja qual a melhor opção para saldar a sua fatura. 

Uma boa ferramenta para te auxiliar neste processo é a Calculadora do Cidadão, disponibilizada no site do Banco Central. 

Como funciona o pagamento mínimo do cartão de crédito

Como funciona o pagamento mínimo do cartão de crédito

Saiba Mais: Calculadora juros compostos online: as 5 melhores do mercado

Como funciona o pagamento mínimo do cartão de crédito através de aplicativos

Em caso de não recebimento de sua fatura, você pode acessá-la através do aplicativo da sua operadora de crédito ou pelo site.

Não é necessário comparecer a agências ou falar pelo telefone. 

No aplicativo ou no site, constarão todas as opções possíveis para efetuar o pagamento, informações sobre as taxas de juros aplicadas em cada transação e uma perspectiva de como os juros incidirão sobre as seguintes faturas. 

Atente-se aos valores informados para cada opção, pois será através do valor pago que a sua operadora irá identificar qual das propostas você aderiu. 

Exemplo: Sua fatura fechou com um total de R$1.000,00 e lhe foi oferecido como alternativa o pagamento mínimo no valor de R$150,00 ou parcelado, de 1 entrada + 12 parcelas de R$125,00.

Depois de ter o conhecimento dessas informações e acesso ao código de barras da fatura, você pode pagar através do aplicativo do seu banco.

Lembrando que, algumas operadoras também já disponibilizam QR Code na fatura e aceitam pagamento via PIX. 

No campo “Valor a Pagar” digite o valor exato correspondente a sua opção escolhida, lembre-se que será através disso que a sua operadora identificará a alternativa que melhor se encaixou no seu orçamento e o aplicará na sua fatura seguinte.  

Agora que você já conhece os métodos aplicados sobre esse tipo de operação, você compreende que é sempre um risco aderir a qualquer uma dessas opções, pois possuem juros exorbitantes que em pouco tempo podem se tornar uma bola de neve. 

O ideal é tentar manter o controle de seus gastos com o cartão de crédito, utilizando-o apenas quando for de fato necessário, com o objetivo de calcular bem o impacto que ele causará a cada mês. 

Como não perder o controle e manter o seu cartão?

A resposta é bem simples.

O ideal é pagar em dia a sua fatura, sem depender de parcelamento ou pagamento mínimo.

Para garantir que isso aconteça, separamos algumas dicas para que você não venha cair nessa cilada:

Planeje seus gastos

Tenha em mente que você não pode gastar mais do que ganha.

Faça uma anotação de tudo que entra e de tudo que sai.

Assim, você visualizará onde está aplicando seu dinheiro e vai poder gerencia-lo melhor ao longo do mês.

Não esqueça de deixar em destaque as despesas fixas mensais, como água, energia elétrica, gás, internet, telefone, financiamentos, entre outros.

Subtraia do seu ganho essa fatia, verifique o que sobra em caixa e estabeleça como teto para o seu cartão de crédito.

Corte de Gastos

Agora que você já sabe o quanto pode gastar no cartão sem comprometer a sua renda, corte as despesas desnecessárias.

Muitas vezes são os pequenos valores gastos aqui e ali os maiores responsáveis pela sua fatura vir acima do que você tem reservado para pagá-la. 

Não acumule cartões de crédito

Ter vários cartões de crédito parece ser vantajoso, mas na verdade, só parece mesmo.

Se é o seu caso, sugerimos que estude qual deles atende melhor às suas expectativas e cancele os demais.

Saiba Mais: Planejamento financeiro pessoal: Os 5 melhores aplicativos

Dica extra de como funciona o pagamento mínimo do cartão de crédito

Se você não tem como efetuar nenhuma das formas de pagamento propostos pela sua operadora, é bom não deixar a dívida correr solta, pois em questão de poucos meses, o valor pode se tornar extremamente difícil de ser quitado.

Neste caso, seria melhor fazer um empréstimo consignado, caso você se enquadre neste perfil.

Caso não, faça uma simulação de um empréstimo pessoal e veja se é viável fazê-lo.

Neste tipo de operação, as taxas de juros aplicadas são menores que as do crédito rotativo.

É importante ressaltar que várias financeiras e bancos disponibilizam em seus sites e/ou aplicativos, a ferramenta de solicitação de empréstimo.

Em muitas delas, além da simulação, é possível contratar seu empréstimo sem sair de casa.

Mais conforto e comodidade que podem possibilitar a você uma solução mais viável para quitar a fatura do seu cartão.

Mas atenção, para evitar dívidas desnecessárias, pegue somente o suficiente para pagar a sua dívida. 

Sabendo como funciona o pagamento mínimo do cartão de crédito e as demais opções oferecidas, avalie com cuidado e os contrate apenas se realmente houver necessidade.

Saiba Mais: Como quitar um financiamento e pagar menos juros?

Continua depois da publicidade

Entidades:

Cartão Pão de Açúcar: quais os benefícios e como solicitar?

Cartão Pão de Açúcar: quais os benefícios e como solicitar?

O cartão Pão de Açúcar é uma ótima opção para os clientes que procuram por uma alternativa de cartão de crédito com muitos benefícios e isenção da taxa de anuidade.  A rede oferece três tipos de cartões de crédito. Você pode solicitar a alternativa que combina melhor...

Cartão Americanas: tem anuidade? Benefícios? Saiba tudo aqui

Cartão Americanas: tem anuidade? Benefícios? Saiba tudo aqui

Se você estiver planejando solicitar um Cartão Americanas e ainda não conhece todas as funcionalidades, então acomode-se e acompanhe esse conteúdo que vai te mostrar os detalhes desse cartão de crédito. Neste post você vai saber quais são as vantagens e desvantagens...

Quais cartões de crédito dão mais milhas?

Quais cartões de crédito dão mais milhas?

Se você está procurando por quais cartões de crédito dão mais milhas, chegou ao lugar certo. A partir de agora, terá acesso a uma lista com as melhores alternativas do mercado. Vamos mostrar quais cartões de crédito dão mais milhas, destacando como eles funcionam,...

Como fazer o cartão de crédito do São Paulo?

Como fazer o cartão de crédito do São Paulo?

Ser torcedor é apoiar o time incondicionalmente, não importa o lugar que você esteja e a situação que vive. Sendo assim, uma maneira a mais de contribuir com seu time de coração é ter um cartão de crédito personalizado do clube. Os torcedores do São Paulo Futebol...

Cartão Losango: como funciona e como solicitar

Cartão Losango: como funciona e como solicitar

A tarefa de juntar dinheiro para conseguir comprar algo à vista pode ser uma tarefa inviável para algumas pessoas. E é nessa situação que o cartão de crédito pode ser uma boa ferramenta para ajudar a ter aquilo que deseja. Dessa maneira, entre as diversas opções de...

Cartão de crédito Neon: como solicitar?

Cartão de crédito Neon: como solicitar?

O cartão de crédito Neon é indicado para as pessoas que buscam menos estresse e mais praticidade em sua rotina. Por meio do aplicativo, você consegue resolver os principais problemas financeiros.  A partir de agora, vamos mostrar um passo a passo completo para que...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pin It on Pinterest