Animes brasileiros: os melhores para assistir online

por | set 16, 2021 | Tecnologia | 0 Comentários

A quantidade de fãs de animes brasileiros só aumenta.

Cada vez mais é comum ver as pessoas usando camisas e acessórios de personagens da cultura oriental.

Um dos fatores que ajudam no crescimento da popularidade desses audiovisuais são os bons títulos que estão nos catálogos de streaming.

Por outro lado, a produção local dessas séries ainda está engatinhando.

Isso acontece não é por falta de qualidade ou boas ideias, muito pelo contrário, os brasileiros costumam ser bem criativos, o problema fica na falta de incentivo financeiro.

Ainda assim, existem animes brasileiros que fizeram sucesso mundial e alguns projetos prometem ser bem bacanas.

Saiba Mais: O que é um startup? Saiba tudo aqui

Neste post, além de ver animes brasileiros de sucesso, você vai poder ver alguns projetos de animações nacionais em que a expectativa de qualidade é grande.

Você também vai conferir uma plataforma focada em desenvolver títulos originais e de pequenos estúdios de animes feitos no nosso país.

Dessa maneira, conheça, a seguir, o anime feito por um mangaká brasileiro que faz sucesso mundialmente.

Animes brasileiros: destaques 

1. No Game, No Life

De cara vale o aviso, se você não viu No Game, No Life saiba que está perdendo um baita anime brasileiro legal.

Dito isso, conheça um pouco do brasileiro por trás da obra e também da história dessa animação.

Se você for pesquisar o nome do autor de No Game, No Life vai aparecer o nome Yū Kamiya, um pseudônimo para Thiago Lucas Furukawa, um brasileiro.

Ele nasceu em Uberaba, Minas Gerais e foi morar no Japão ainda quando era criança.

Em terras nipônicas, decidiu se aventurar no mundo dos mangakás, uma profissão respeitada, mas muito exigida, que demanda extremo esforço dos profissionais.

Dessa maneira, em um evento dōjinshi (palavra em japonês para publicações independentes), Kamiya foi notado por um editor que deu a oportunidade para o brasileiro publicar alguns de seus mangás em uma revista.

Com o tempo, ele foi ganhando cada vez mais notoriedade, até chegar ao seu maior sucesso até o momento: No Game, No Life.

Para se ter uma noção do sucesso, a obra dele atingiu a marca de seis volumes como uma das 30 melhores light novels que eram comercializadas no Japão.

Em 2014, foi alcançado o incrível número de 1,1 milhão de cópias vendidas da light novel de No Game, No Life.

Com todo esse volume de vendas chamou a atenção da Madhouse, um estúdio que produz animes.

Ainda em 2014, a light novel ganhou uma adaptação para anime, sendo que no Japão a animação foi televisionada pela AT-X e no ocidente a obra chegou pela Crunchyroll inicialmente.

Vale lembrar que no Brasil o mangá e as light novels estão licenciadas e podem ser adquiridas de forma oficial.

Entendido a trajetória do brasileiro mangaká, conheça um pouco da história de No Game, No Life.

A obra é um isekai, ou seja, os personagens são teletransportados para um outro mundo.

A história acompanha os irmãos Sora e Shiro que são gênios em jogos de videogame.

Em um dia que parecia ser normal, os irmãos receberam um e-mail suspeito que desafiavam eles para uma partida de xadrez.

A dupla acaba aceitando a missão e ganha o jogo.

Como presente, são mandados por um Deus para um mundo com o nome de “Disboard”.

Neste novo mundo, tudo é resolvido com duelos de jogos.

Então, o objetivo dos irmãos é continuar com a reputação de jogadores invictos e ir atrás das 16 espécies dominantes (não podemos falar o que é isso, seria spoiler!) na Disboard para pegar o poder do Deus dos jogos.

O que dificulta ainda mais a jornada dos irmãos é que na Disboard, os humanos são considerados uma raça inferior.

E por causa disso, uma das metas de Shiro e Sora é mudar esse conceito ganhando do Deus dos games.

O ponto mais legal da trama é a dinâmica dos games que são incríveis assim como as soluções dadas pelos irmãos.

A dupla segue uma linha de pensamento, na maioria das vezes, o mais lógico possível, utiliza a ciência e fatos reais como princípios para realizar magias, o que prende o telespectador do começo ao fim da temporada.

A obra tem apenas 12 episódios e pode ser encontrado na Netflix, Crunchyroll e Amazon Prime video para você assistir anime online.

Além disso, a obra também tem um filme. Ainda vale destacar os traços dessa obra, que são muito bem coloridos e bonitos.

Confira o trailer:

Até hoje não se tem notícias de uma nova temporada.

Mas os fãs ainda possuem esperanças de que a obra possa vir a ganhar mais episódios ou quem sabe mais alguns filmes e OVAs

Saiba Mais: Assistir Animes: 5 apps para baixar e 20 indicações

Infelizmente, No Game, No Life, é uma exceção entre os brasileiros nas produções de animes.

Nem todos conseguem alcançar o nível de ter uma obra licenciada por um grande estúdio japonês.

Sendo assim, é preciso buscar outros meios para que as histórias ganhem esse tipo de animação.

Com isso, conheça um pouco a trajetória de um outro brasileiro que pretende lançar um anime totalmente nacional.

2. Magma

Antes de falar do anime, é importante conhecer um pouco da história da pessoa que está por trás de Magma.

O criador dessa obra é o Robson Meneses, um animador 2D, que atua na área de publicidade. Isso mesmo, publicidade!

Diferente de Kamiya que seguiu carreira de Mangaká, Robson foi pelo caminho dos estúdios de animação.

Ele conseguiu participar do filme A Princesa e o Sapo, da Disney, longa que concorreu ao Oscar em 2010.

Mas sua história com os animes começou muito antes disso.

Em 2000 ele já estava envolvido em projetos de animação.

Foi nessa época que criou os esboços de Magma.

Mas devido as dificuldades de investimentos financeiros, acabou engavetando o projeto.

Dessa maneira, Robson só voltou a dedicar mais atenção a produção da animação de Magma em 2015.

Animes brasileiros - Foto 2Foto: Divulgação/Robson Meneses

Falando do enredo, o anime vai ser do gênero de ação e ficção científica, onde em um planeta longe da Terra, um povo mais evoluído tecnologicamente conseguiu aprender a usar melhor a circulação dos impulsos elétricos do cérebro, o que fez surgir outros seres atrás desse poder que surgiu através dessa descoberta.

Então, uma menina desse planeta foi para a Terra buscar ajuda.

Dessa maneira, a história acompanha a jornada do garoto Rasdael Tatsuya, morador de São Paulo.

A garota que veio para a Terra em busca de ajuda se chama Lu-Ha, e graças a ela a vida de Rasdael Tatsuya muda completamente.

É por conta dessa alienígena que o protagonista tem o primeiro contato com a energia Magma, é algo com uma pegada como se fosse o KI de Dragon Ball, o Cosmo de Cavaleiros dos Zodíacos e o Chakra de Naruto.

Rasdael tem 13 anos, é um garoto nerd, inteligente, que ama esportes e adora jogos.

Ele não vai para as aventuras sozinho, o menino conta com seus amigos de infância Will Gabriel e Thiago, além do cachorro Toguro (entenderam a referência?).

Dessa forma, esse é o trio principal da história.

Magma ainda não tem data de lançamento, mas o que se sabe é que ele ainda está em produção.

E, de acordo com o Robson, ainda não está definido uma quantidade de episódios ao certo, mas há uma estimativa que vão ser cerca de 26 episódios ao todo.

Apesar de não ter a animação disponível, já foi liberado a abertura:

Além do canal no YouTube, é possível acompanhar o projeto no Facebook do Robson.

Como se pôde notar, o mercado de produções de animes brasileiros ainda é pequeno.

Mas existe um projeto que promete incentivar as animações nacionais.

Dessa maneira, conheça a plataforma de streaming com o foco em animes feitos no Brasil.

3. Anistage

É importante deixar claro logo no início desse tópico que o Anistage ainda está no processo de criação, e a expectativa é que seja lançado no início de 2022.

Sendo assim, conheça mais sobre essa plataforma que promete ser voltada para animes produzidos de maneira independente no Brasil.

O idealizador do projeto é o paulista Jailson PS Junior, que começou a ter a ideia da plataforma em novembro de 2019.

O objetivo inicial não era ter um streaming, mas sim desenvolver um app para montar equipes de fã dublagem.

Contudo, ele percebeu que esse trabalho poderia acabar se tornando um grande problema judicial devido aos direitos autorais dos animes.

Mesmo com esse empecilho ele não abandonou a ideia, e no início de 2020 o projeto tomou outro rumo, que é o Anistage como o público otaku conhece hoje em dia.

Jailson junto com mais algumas outras pessoas que toparam participar do projeto refizeram a ideia e foram atrás de animadores que se empolgaram com a proposta da plataforma.

Dessa maneira, somente em setembro de 2020 foi anunciado nas redes sociais a produção dessa plataforma.

E com o anúncio foi noticiado uma história que já se tornaria um anime, trata-se de Decay of the Knights, que vem sendo usado como carro chefe até hoje.

A expectativa é que seja um dos melhores animes independentes.

Animes brasileiros - Foto 1Foto: Divulgação/Anistage

Além dessa obra, o Anistage já tem outros projetos para se tornarem animes e integrarem o catálogo da futura plataforma de streaming.

Dessa maneira, já foi divulgado que haverá lançamentos de animação das seguintes obras independentes: Gate Glass, Prólogo dos Anjos, Anistory, Simple World e Mokura.

Vale destacar que a Anistage também está desenvolvendo um aplicativo para celular para uma melhor acessibilidade na navegação do catálogo dos animes.

Entretanto, esse app ainda não pode ser baixado pelo público em geral, só foi disponibilizado para algumas pessoas que receberam autorização prévia.

Agora que você entendeu como surgiu a ideia de ter a plataforma de streaming, é importante saber como ela vai funcionar quando for lançada.

Sendo assim, confira algumas informações importantes sobre esse futuro streaming.

Como vai funcionar o Anistage?

De acordo com o Jailson, a Anistage vai ser uma plataforma de streaming que funciona por demanda, um modelo de serviço parecido com que se encontra no mercado, só que, segundo ele, essa maneira de trabalhar vai ser mais flexível, sem burocracia para os consumidores.

Uma das metas da equipe de produção é oferecer um serviço acessível para os estúdios de animações que possuem uma pequena proporção de visibilidade.

Dessa maneira, os conteúdos vão poder ser acessados através do site do Anistage inicialmente, em canais parceiros da plataforma e até no YouTube.

Ainda de acordo com Jailson, o grande objetivo da plataforma é desenvolver mais o mercado independente brasileiro, primeiro fazendo o Anistage crescer para poder ajudar os novos projetos que vão surgindo.

Para deixar claro, o Anistage trata-se de uma plataforma de streaming que pretende lançar animes originais e também de estúdios indies que produzem animações.

Quando a plataforma foi anunciada foi divulgado que a assinatura mensal do serviço seria de R$5.

Mas devido ao aumento do dólar com a pandemia, houve um reajuste para R$7,90.

Lembrando que ainda não é possível assinar nenhum plano.

Dessa maneira, se você for visitar o site do Anistage vai ver um comunicado que está quase tudo pronto.

Até o fechamento deste post, o andamento geral estava em 84,8% realizado.

Caso queira acompanhar o projeto, basta acessar as redes sociais do site, que pode ser visto neste Linktree.

Animes brasileiros - Foto 3

Saiba Mais: Como fazer um Linktree para Instagram

Então, se você curte assistir animes online é uma boa ficar acompanhando esse projeto.

A expectativa é alta para que saia grandes animações.

Assim quem sai ganhando são os consumidores que vão receber obras de boa qualidade e incentivo das produções brasileiras.

Quem sabe surja mais casos como o No Game, No Life.

Vale lembrar também que há a expectativa de lançamentos de animes brasileiros dublados, o que é muito bacana.

E, por fim, vale destacar que o No Game, no Life é um dos animes mais legais de isekai.

Continua depois da publicidade

Entidades:

Como assistir NFL ao vivo e online?

Como assistir NFL ao vivo e online?

Você sabe como assistir NFL ao vivo e online, sem perder os seus jogos preferidos? Antes de tudo, é bom entender em detalhes o que é a NFL. A National Football League, também conhecida mundialmente como NFL, é a liga de esporte profissional dos Estados Unidos de...

As 24 melhores dicas para economizar água

As 24 melhores dicas para economizar água

A água não é recurso natural infinito como algumas pessoas podem a vir a achar. Muito pelo contrário, é preciso preservá-la para que não aconteça problemas no futuro ainda mais sérios do que ocorre hoje. Para contribuir de forma benéfica na preservação da água, tornar...

AME Digital como funciona e usar para receber cashback?

AME Digital como funciona e usar para receber cashback?

Se você procura por detalhes sobre AME Digital como funciona, chegou ao lugar certo. A partir de agora, terá acesso a várias informações importantes.  O serviço, que está disponível no Google Play e na App Store, tem como uma das principais características o cashback,...

Como usar o aplicativo para justificar voto?

Como usar o aplicativo para justificar voto?

Você sabia que é possível usar um aplicativo para justificar voto? Dessa maneira, tirar a 1° via dos documentos é um processo burocrático e pode demorar, o que complica se você precisar e não esteja em dia com toda a sua documentação. Para evitar qualquer tipo de...

App para foto 3×4: quais os melhores para usar?

App para foto 3×4: quais os melhores para usar?

As fotos 3x4 são bastante requisitadas, seja para ser contratado em um trabalho, apresentar algum documento, realizar cadastro em vários locais, criar carteirinhas ou solicitar documentos. Assim é sempre bom conhecer algum app para foto 3x4. Muitas pessoas quando...

AME Digital telefone e canais de atendimento: saiba aqui

AME Digital telefone e canais de atendimento: saiba aqui

Você sabe qual é o AME Digital telefone e os canais de atendimento disponíveis na AME? Antes de listarmos para você esses canais, é importante sabermos mais detalhadamente o que é a AME Digital.  Criada em 2018, essa é uma fintech focada no pagamentos digitais, sendo...

App para testar corte de cabelo: os 15 mais realistas

App para testar corte de cabelo: os 15 mais realistas

Você já pensou em mudar o visual, mas tem receio de se arrepender? Saiba que existe app para testar corte de cabelo, onde você pode ter uma boa noção de como ficaria com determinados cortes. Não é segredo que as madeixas costumam ter um papel importante na nossa...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pin It on Pinterest